Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 03 de agosto de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

Edição impressa de 03/08/2018. Alterada em 03/08 às 01h00min

Uruguaio Nico López comemora bom momento pessoal e do Inter

Sem jogar no fim de semana - a partida contra o Atlético-MG é somente na noite de segunda-feira -, o Inter entra na reta final de preparação para o confronto em Belo Horizonte, pelo Brasileirão.
Nesta quinta-feira, o técnico Odiar Hellmann comandou uma atividade de cruzamentos e finalizações, seguida de um exercício de transição ofensiva e defensiva. Depois, os atletas fizeram um treino tático em campo aberto, ajustando detalhes para a partida.
O comandante não pôde contar com dois jogadores que vêm sendo titulares. O lateral Zeca e o zagueiro Víctor Cuesta ficaram na academia realizando trabalhos especiais, mas não preocupam para o confronto de segunda-feira. Já Rodrigo Moledo, que não atuou nos últimos jogos, treinou normalmente e deve retomar a titularidade.
Após as atividades, o atacante Nico López concedeu entrevista coletiva, na qual falou sobre seu crescimento no time. "Estou bem porque o time está bem, com confiança, e estamos lá em cima da tabela", afirmou o camisa 7, referindo-se ao fato de o Colorado ocupar a terceira posição no campeonato.
O uruguaio revelou que a chegada do diretor executivo Rodrigo Caetano teve papel importante em sua afirmação. "Precisava de sequência e confiança. O treinador está dando essa confiança e estou contente. Ainda vou evoluir mais junto com meus companheiros. Vou citar um cara que tem me ajudado muito desde que chegou, que é o Rodrigo Caetano. Agradeço a ele, estou muito contente e ele tem me ajudado", afirmou Nico, sem mencionar sobre o que conversou com o dirigente.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia