Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de julho de 2018.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

25/07/2018 - 23h11min. Alterada em 25/07 às 23h11min

Fluminense vence Palmeiras no Maracanã

Gilberto marcou para o Fluminense e garantiu a vitória no Maracanã sobre o Palmeiras

Gilberto marcou para o Fluminense e garantiu a vitória no Maracanã sobre o Palmeiras


FLUMINENSE/DIVULGAÇÃO/JC
O Palmeiras deu mais uma demonstração, nesta quarta-feira (25), do quanto continua irregular na temporada. Dias depois de conseguir uma vitória sofrida sobre o Atlético-MG, com gol no último lance, a equipe teve uma atuação ruim e perdeu por 1 a 0 para o Fluminense, no Maracanã, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.
Se o desempenho do Palmeiras deixou a desejar, o jogo do adversário também não foi bom. O Fluminense foi inferior no primeiro tempo, porém conseguiu converter a única chance clara para impor à equipe paulista um resultado complicado. O time paulista se distanciou do G4 e acumula somente uma vitória nas cinco últimas rodadas.
Com o triunfo, o clube carioca se aproximou do Palmeiras na classificação do Brasileirão, chegando aos 21 pontos, a dois do adversário, sendo que ambos estão distantes dos ponteiros da tabela. O Fluminense voltará a jogar no sábado, quando visitará o Ceará, enquanto a equipe paulista vai atuar no dia seguinte contra o Paraná.
Na partida, o principal personagem foi o meia Gustavo Scarpa. O jogador do Palmeiras enfrentou pela primeira vez o ex-clube, contra o qual travou uma longa batalha na Justiça para conseguir a liberação do contrato após comprovar a falta de pagamento de salários e obrigações trabalhistas.
O reencontro levou a torcida do Fluminense a vaiar todas as participações do meia na partida, sendo que ele teve boa atuação. Aberto pela direita, Scarpa, assim como outros colegas do Palmeiras, encontrou bastante espaço pelo setor e criaram jogadas de perigo no começo. Um chute de Dudu e um cabeceio de Moisés obrigaram o goleiro Julio Cesar a fazer defesas decisivas. Mas faltou capricho nas finalizações.
O domínio palmeirense diminuiu quando o lado direito ficou enfraquecido pela saída do lateral Marcos Rocha, machucado. A equipe sentiu a partir daquele momento o ritmo forte e quando já parecia aguardar o intervalo, foi surpreendida pelo gol do Fluminense.
Em cobrança de falta para a área, a defesa falhou e permitiu que o lateral-direito Gilberto ficasse livre para aproveitar a sobra e chutar a gol, aos 42 minutos, para fazer 1 a 0.
A mudança no placar tranquilizou o Fluminense e enervou o Palmeiras para o segundo tempo. Com Felipe Melo já com cartão amarelo, o técnico Roger Machado tirou o volante por temer a sua expulsão e apostou em Lucas Lima. A escolha também tentou fazer o time voltar a criar após perder espaço com a desvantagem. Nada disso adiantou. O futebol das duas equipes continuou pobre. O único lance agudo do Palmeiras em busca do empate foi conseguir uma expulsão. Edu Dracena levou o vermelho ao conter um contra-ataque do Fluminense.
Fluminense 1 x 0 Palmeiras
Júlio César; Gilberto, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Airton (Ibañez), Mateus Norton e Jadson; Júnior Dutra (Matheus Alessandro), Marcos Junior (Everaldo) e Pedro. Técnico: Marcelo Oliveira.
Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Lucas Lima), Bruno Henrique e Moisés; Gustavo Scarpa, Dudu e Willian (Deyverson). Técnico: Roger Machado.
Árbitro: Rodrigo Ferreira (SC).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia