Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 20 de julho de 2018.
Dia do Amigo.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

19/07/2018 - 23h21min. Alterada em 19/07 às 23h21min

Grêmio busca três pontos contra o Vasco para seguir no pelotão de cima

O retorno após a parada para a Copa do Mundo não poderia ser melhor. Com a vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG, o Grêmio se manteve na ponta de cima do Campeonato Brasileiro. Para buscar mais três pontos, o desafio na próxima rodada é longe de seus domínios. No domingo, às 16h, o Tricolor vai ao Rio de Janeiro para encarar o Vasco, em São Januário.
Para o duelo com os cariocas, o técnico Renato Portaluppi não contará com o capitão Maicon. O volante gremista recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Galo e cumprirá suspensão automática. Com isso, Jailson pode aparecer na equipe. Já o zagueiro Kannemann segue como dúvida. Ele não participou da atividade desta quinta-feira, quando os reservas enfrentaram a equipe de transição, pois está se recuperando de uma virose. O trabalho desta sexta-feira deve definir a situação do argentino.
O treino desta quinta-feira foi bom para alguns jogadores seguirem ganhando ritmo, caso dos atacantes Jael, Marinho, Hernane Brocador e Douglas, que voltou a disputar uma partida oficial após quase um ano e meio afastado dos gramados. A tendência é de que o camisa 10 ganhe nova chance diante do Vasco, permitindo que ele melhore o condicionamento físico.
O capitão Maicon lamentou o fato de não enfrentar o Vasco, mas, por outro lado, revelou que irá aproveitar a permanência em Porto Alegre para focar na preparação. "Vou trabalhar bastante nesse período de suspensão. A hora que chegar os mata-matas temos que estar voando", disse. Sobre a parceria com Cícero, substituto de Arthur vendido ao Barcelona, o capitão foi só elogios. "Temos um fator muito positivo que é o entrosamento. Isso facilita. O Cícero nos ajudou muito no ano passado também. Ele jogou até como atacante e fez gol na final da Libertadores", lembrou.
Na manhã desta sexta-feira, o grupo completo volta aos treinamentos, visando o duelo com os cariocas. À tarde, a delegação embarca para o Rio de Janeiro. No sábado pela manhã, realiza um último trabalho na capital fluminense.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia