Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 11 de julho de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

Copa 2018

11/07/2018 - 01h00min. Alterada em 11/07 às 18h15min

notas da copa

  • O goleiro Alisson postou mensagem em uma rede social dizendo que a seleção merecia algo a mais do que chegar às quartas de final, fase na qual foi eliminada pela Bélgica. O camisa 1 ainda agradeceu à oportunidade de disputar uma Copa e disse que depois das férias seguirá trabalhando com muita vontade.
  • Um projeto apresentado pelo governo de Montevidéu propõe dar o nome do técnico Óscar Tabárez à esplanada da prefeitura, localizada na avenida 18 de Julio, a principal da capital uruguaia. A petição  argumenta que é preciso homenagear em vida o treinador, que está à frente da Celeste deste 2006. A iniciativa já conseguiu obter 268 das 500 assinaturas necessárias para ser apreciada pelas autoridades locais.
  • Um alarme falso tocado por cerca de três minutos ontem fez jornalistas abandonarem às pressas a sala de coletivas e a sala de imprensa do estádio Lujniki, em Moscou. O incidente na capital russsa ocorreu momentos antes da entrevista coletiva da seleção da Croácia. Os organizadores do evento afirmaram que alguém apertou o botão por acidente.
  • O zagueiro Domagoj Vida está em apuros novamente devido a declarações dadas após a vitória de sua seleção sobre a Rússia, pelas quartas de final. A Fifa está investigando as condições em que foi gravado um vídeo no qual o defensor diz "Queime, Belgrado"- a capital da Sérvia, vizinha e arquirrival da Croácia.
  • O lateral-direito Kyle Walker, semifinalista da Copa do Mundo, disse que gostaria de enviar camisas da seleção britânica aos jovens tailandeses que foram resgatados da caverna na província de Chiang Rai, na Tailândia. A mensagem do jogador na internet foi acompanhada da fotografia de um dos garotos resgatados na qual ele aparece vestindo uma camisa da Inglaterra.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia