Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de junho de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

copa 2018

Notícia da edição impressa de 20/06/2018. Alterada em 20/06 às 01h00min

Itamaraty aguarda denúncia sobre torcedores

A grande repercussão negativa do vídeo em que brasileiros cercam uma mulher russa em Moscou e aproveitam o desconhecimento dela da língua portuguesa para fazer piadas de cunho machista obrigou o governo brasileiro a se posicionar. Em Moscou, os diplomatas da embaixada brasileira relatam já ter recebido e-mails criticando os autores do vídeo em questão, enquanto nas redes sociais circulam pedidos que aqueles homens sejam punidos e expulsos da Rússia.
Essa ação, no entanto, dependeria de uma queixa formal da vítima, que não foi registrada. Também de acordo com a embaixada brasileira em Moscou, não houve contato do governo russo com o Itamaraty sobre esse episódio.
Em nota, o Ministério das Relações Exteriores brasileiro não comentou esse incidente específico, mas reiterou que a "imensa maioria dos torcedores brasileiros é pacífica e respeitosa", lembrando que publicou um guia com recomendações para cidadãos que viajam à Rússia para seguir a Copa.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia