Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de junho de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

copa 2018

Notícia da edição impressa de 20/06/2018. Alterada em 20/06 às 01h00min

Contra sauditas, Uruguai busca vaga antecipada

Gols de Suárez, apagado na estreia, podem definir liderança no Grupo A

Gols de Suárez, apagado na estreia, podem definir liderança no Grupo A


JOE KLAMAR/AFP/JC
Depois da vitória da Rússia sobre o Egito, a partida contra a Arábia Saudita ganhou importância estratégica para o Uruguai. Vencendo o jogo de hoje, que ocorre em Rostov, a partir das 12h, a Celeste garante a classificação - e um placar dilatado pode ser decisivo para definir a liderança do Grupo A, já que os russos têm, no momento, um dilatado saldo positivo de sete gols. Para os sauditas, goleados na estreia contra os donos da casa, apenas uma vitória interessa, na tentativa de evitar a eliminação antecipada. 
Além de útil em uma possível briga com a Rússia no saldo de gols, uma vitória folgada sobre os árabes ajudaria o Uruguai a apagar algumas dúvidas surgidas na estreia contra o Egito, quando o time sul-americano teve dificuldades e só conseguiu o gol nos minutos finais. Jogadores como Suárez e Cavani, de atuações apagadas no jogo da última sexta-feira, podem ser decisivos para garantir a liderança no grupo, na medida em que consigam acertar as redes.
Na entrevista antes do jogo, o técnico Óscar Tabárez falou com emoção da vitória na rodada de estreia,  mencionando um vídeo com crianças festejando o gol de Giménez em uma escola, que viralizou nas redes sociais nos dias seguintes à partida. "Sinto-me orgulhoso de como se vive o futebol no Uruguai. Essas crianças, se abraçando emocionadas, não esquecerão mais desse dia. Isso faz parte da nossa motivação (para os próximos jogos)", disse o treinador uruguaio.
Os sauditas, por sua vez, ainda lidam com o susto de segunda-feira, quando ocorreu um incêndio em uma das asas do avião que conduzia a delegação a Rostov. Apesar do susto, ninguém se feriu, e o treinador Juan Antonio Pizzi acredita que o incidente não afetará o desempenho dos atletas. O discurso da equipe é de fazer pelo menos uma boa partida contra o Uruguai, tentando apagar a má impressão deixada depois da goleada na abertura da competição.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia