Porto Alegre, sábado, 04 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Perspectivas 2020

COMENTAR | CORRIGIR

Grêmio

Notícia da edição impressa de 19/12/2019. Alterada em 04/01 às 13h45min

Renato exige reforços para seguir brigando por coisas grandes

Em 2019, clube comandado por Portaluppi conquistou apenas o Campeonato Gaúcho

Em 2019, clube comandado por Portaluppi conquistou apenas o Campeonato Gaúcho


LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/DIVULGAÇÃO/JC
Deivison Ávila
A manutenção de Renato Portaluppi no comando técnico do Grêmio é um alento para o torcedor tricolor. À frente do time há mais de três anos, a presença do ídolo na casamata e nos processos de contratação junto ao presidente Romildo Bolzan Júnior norteiam o departamento de futebol. O treinador já falou que o elenco precisa ser qualificado para que o Tricolor siga buscando títulos no próximo ano.
A manutenção de Renato Portaluppi no comando técnico do Grêmio é um alento para o torcedor tricolor. À frente do time há mais de três anos, a presença do ídolo na casamata e nos processos de contratação junto ao presidente Romildo Bolzan Júnior norteiam o departamento de futebol. O treinador já falou que o elenco precisa ser qualificado para que o Tricolor siga buscando títulos no próximo ano.
Em 2019, o clube conquistou apenas o Campeonato Gaúcho, pouco para um grupo qualificado. Para 2020, algumas incertezas marcam a formação da equipe. Everton e Pepê sofrem assédios do futebol europeu e não têm a permanência assegurada. Sem grandes poderes de endividamento, a atual gestão deve fazer apostas seguras em novos nomes para o elenco a fim de evitar erros cometidos neste ano.
Alguns salários altos, que comprometem boa parte da folha salarial gremista, serão revistos. Jogadores como Diego Tardelli, ainda sem se afirmar, estão sob análise. Outros nomes, como Geromel e Kannemann, são titulares incontestáveis e seguirão no plantel. Além disso, o time terá de repor a saída de Luan, negociado com o Corinthians.
Longe das quatro linhas, cresce a possibilidade de o clube assumir a gestão da Arena. Esse é o principal objetivo, neste primeiro momento, de mais três anos recém-renovados pelo conselho deliberativo gremista. Passos importantes foram dados junto à construtora Karagounis (ligada à OAS) e à Caixa Econômica Federal, que também é uma das sócio-proprietárias do estádio. Um dos principais entraves são as melhorias viárias no entorno da Arena, localizada no bairro Humaitá.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

EXPEDIENTE

Editor-chefe: Guilherme Kolling Editores: Cristiano Vieira, Cristine Pires, Caroline da Silva, Daniel Sanes, Juliano Tatsch, Luciana Radicione, Mauro Belo, Marcelo Beledeli, Paula Coutinho e Paula Sória Quedi Reportagem: Adriana Lampert, Carlos Villela, Deivison Ávila, Diego Nuñez, Fernanda Crancio, Frederico Engel, Igor Natush, Isadora Jacoby, Jefferson Klein, Marcus Meneghetti, Patricia Knebel, Roberta Mello, Roberto Hunoff, Thiago Copetti e Vitorya Paulo Site JC: Amanda Jansson Breitsameter, Bruna Oliveira, Lívia Araújo, Luciane Medeiros e Patrícia Comunello Projeto gráfico: Luís Gustavo S. Van Ondheusden Diagramação: Ingrid Muller, Juliano Bruni e Luís Gustavo S. Van Ondheusden Revisão: Rafaela Milara