Porto Alegre, quinta-feira, 03 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 03 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Justiça Militar

- Publicada em 16h19min, 03/12/2020.

Justiça Militar gaúcha conquista prêmio máximo de qualidade no Judiciário

CNJ reconheceu governança, transparência, produtividade e gestão do TJM-RS

CNJ reconheceu governança, transparência, produtividade e gestão do TJM-RS


TJMRS/DIVULGAÇÃO/JC
No XIV Encontro Nacional do Poder Judiciário, na semana passada, a Tribunal de Justiça Militar do Rio Grande do Sul (TJM-RS) conquistou a Categoria Diamante no prêmio CNJ de Qualidade 2020, pelo reconhecimento do trabalho exercido em áreas como governança, transparência, produtividade e gestão. É a primeira vez que a Justiça Militar do Rio Grande do Sul conquista o prêmio diamante, no segmento das justiças militares.
No XIV Encontro Nacional do Poder Judiciário, na semana passada, a Tribunal de Justiça Militar do Rio Grande do Sul (TJM-RS) conquistou a Categoria Diamante no prêmio CNJ de Qualidade 2020, pelo reconhecimento do trabalho exercido em áreas como governança, transparência, produtividade e gestão. É a primeira vez que a Justiça Militar do Rio Grande do Sul conquista o prêmio diamante, no segmento das justiças militares.
O Qualidade CNJ foi instituído em 2019, em substituição ao Selo Justiça em Números, que desde 2013 acompanha e premia os tribunais brasileiros em destaque por sua atuação com vistas à melhoria constante da qualidade da prestação jurisdicional.
Fábio Duarte Fernandes, presidente do TJM-RS, agradeceu o empenho de todos os integrantes – magistrados, servidores e estagiários – para que esta conquista fosse concretizada. Também destacou a importância do prêmio. “O estabelecimento de metas para o poder judiciário é muito importante porque direciona, orienta e conduz as ações dos gestores dos tribunais em todo o País”, disse.
Comentários CORRIGIR TEXTO