Porto Alegre, quinta-feira, 19 de maio de 2022.
Dia Nacional da Defensoria Pública.
Porto Alegre,
quinta-feira, 19 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 19/05/2022 às 11h05min.

Capital começa a aplicar segundo reforço contra a Covid em idosos a partir de 65 anos

Para receber a nova dose, é preciso respeitar o intervalo de quatro meses desde a última vacina

Para receber a nova dose, é preciso respeitar o intervalo de quatro meses desde a última vacina


LUIZA PRADO/JC
Atualizada às 12h10min
Atualizada às 12h10min
A Secretaria Estadual da Saúde (SES) do Rio Grande do Sul ampliou o público apto a receber a segunda dose de reforço da vacina contra a Covid-19. A partir desta quinta-feira (19), os municípios gaúchos podem organizar e começar a imunizar com o segundo reforço os idosos acima de 60 anos de acordo com os estoques de vacinas disponíveis, desde que preenchido o intervalo de quatro meses desde a última dose.
Em Porto Alegre, a aplicação da segunda dose de reforço estará disponível a partir desta sexta-feira (20), começando pelas pessoas com 65 anos ou mais vacinadas com a terceira dose até 19 de janeiro. “Este é um avanço muito importante na campanha de vacinação contra a Covid-19, principalmente porque sabemos que a efetividade das vacinas é reduzida com o passar do tempo e os idosos compõem um dos principais grupo de risco para a doença”, afirma o secretário municipal de Saúde, Mauro Sparta.
A segunda dose de reforço deve ser aplicada com o imunizante da Pfizer ou com as vacinas da Janssen e Astrazeneca, independentemente da dose utilizada anteriormente, seguindo orientação do Ministério da Saúde. O intervalo deve ser de quatro meses após a primeira dose de reforço.
Segundo a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann a ampliação busca manter os baixos índices de casos graves e óbitos pela doença na faixa etária mais suscetível à pandemia.
Até então, a segunda dose de reforço era recomendada apenas para idosos acima de 70 anos, imunocomprometidos, além das pessoas com mais de 60 anos que vivem em instituições permanente. Estudos mostraram que essa estratégia aumenta em mais de cinco vezes a imunidade uma semana após a aplicação.
Para receber a quarta dose, é necessário apresentar documento de identidade com CPF e a carteira de vacinação com o registro das três doses.

Confira onde receber a segunda dose de reforço em Porto Alegre 

  • Shopping João Pessoa
  • 22 unidades de saúde, seis delas com atendimento até as 21h (Álvaro Difini, Belém Novo, Campo da Tuca, Navegantes, São Carlos e Tristeza). Confira os locais aqui.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO