Porto Alegre, segunda-feira, 25 de outubro de 2021.
Porto Alegre,
segunda-feira, 25 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 25/10/2021 às 11h44min.

Internações em UTI por Covid-19 seguem aumentando no Rio Grande do Sul

Regiões dos Vales e da Serra apresentam o maior crescimento de hospitalizações

Regiões dos Vales e da Serra apresentam o maior crescimento de hospitalizações


Silvio AVILA/AFP/JC
Juliano Tatsch
Na contramão da tendência de queda nos óbitos relacionados ao novo coronavírus – no último mês, foram 600 mortes, enquanto no anterior haviam sido 717 –, o Rio Grande do Sul vem apresentando crescimento no número de pessoas internadas em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) em razão da Covid-19.
Na contramão da tendência de queda nos óbitos relacionados ao novo coronavírus – no último mês, foram 600 mortes, enquanto no anterior haviam sido 717 –, o Rio Grande do Sul vem apresentando crescimento no número de pessoas internadas em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) em razão da Covid-19.
De acordo com o painel de monitoramento em tempo real da Secretaria Estadual da Saúde (SES-RS), nesta segunda-feira (25) um total de 481 gaúchos e gaúchas estão hospitalizados em leitos intensivos no Estado com o diagnóstico confirmado para o vírus Sars-Cov-2. A quantidade é 15,9% superior àquela registrada no dia 17 de setembro, quando haviam 415 pacientes internados em UTI no RS por causa da doença. Nos últimos dez dias, houve um incremento de 26 pessoas em estado grave no Rio Grande do Sul com o novo coronavírus.
A variação para cima chama atenção em um momento em que a vacinação contra a Covid-19 cresce, atingindo quase a totalidade das faixas etárias. Naquele dia 17 de setembro, a cobertura vacinal completa atingia 45,5% da população total do Estado. Neste dia 25 de outubro, o percentual de gaúchos totalmente imunizados está em 58,9%.
A ocupação dos leitos em UTI tem variado de modo diverso nas diferentes regiões do RS. A região dos Vales é a que apresenta um cenário mais preocupante quando se analisa o aumento nas internações. Nesta segunda-feira, a ocupação dos leitos intensivos na região chega a 60%. Há 10 dias, os hospitais da região tinham 52,86% de suas UTIs ocupadas considerando-se todas as enfermidades. Há um mês, a ocupação era de 46,43%.

Ocupação de UTIs nas regiões dos Vales, Sul e Serra

{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/10/25/206x137/1_internacoes_em_uti_nas_regioes_gauchas-9452160.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'6176bc19596d9', 'cd_midia':9452160, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/10/25/internacoes_em_uti_nas_regioes_gauchas-9452160.jpg', 'ds_midia': 'Internações em UTI nas regiões gaúchas', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'Internações em UTI nas regiões gaúchas', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '550', 'align': 'Left'}
A região Sul também registrou crescimento nas internações em leitos intensivos. No dia 15 de outubro, 67,63% dos leitos intensivos recebiam pacientes. Nesta segunda-feira, o percentual é de 69,08%. Há um mês, a ocupação era de 62,80%. A Serra é outra região em que houve aumento na ocupação das Unidades de Tratamento Intensivo. Há 10 dias, o percentual era de 62,68%. Nesta segunda-feira, chegou a 64,67%. Há um mês, 52,28% dos leitos para pacientes graves estavam ocupados.
Por outro lado, nos últimos 10 dias, as regiões Metropolitana, Centro-Oeste, Norte e Missioneira tiveram redução das internações. Na região Metropolitana, o percentual passou de 63,81% para 58,75%. No Centro-Oeste, de 49,12% para 45,93%. No Norte, a redução foi menor: caiu de 62,18% para 61,45%. O mesmo se verifica nas Missões, onde a ocupação passou de 40,18% para 39,28%.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO