Porto Alegre, quinta-feira, 07 de outubro de 2021.
Dia do Compositor.
Porto Alegre,
quinta-feira, 07 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

SAÚDE

- Publicada em 07/10/2021 às 18h50min.

Veja quem pode tomar a 3ª dose contra a Covid-19; reforço já chegou a 130,6 mil gaúchos

Público acima dos 60 anos vem sendo imunizado com a dose de reforço desde outubro

Público acima dos 60 anos vem sendo imunizado com a dose de reforço desde outubro


CESAR LOPES/PMPA/JC
Fernanda Crancio
Iniciada na segunda quinzena de setembro em todo o Estado, para a população na faixa etária dos 70 anos ou mais, a aplicação da terceira dose da vacina contra a Covid-19 já atinge o público acima dos 60 anos, os imunossuprimidos e os profissionais da saúde. O chamado reforço da imunização, permitido apenas aos que receberam a segunda dose há pelo menos seis meses, avança em ritmo mais lento no RS, pois depende exclusivamente do quantitativo que chega ao RS de vacinas da Pfizer, as únicas administradas nesta fase de reforço, segundo diretrizes do Ministério da Saúde.
Iniciada na segunda quinzena de setembro em todo o Estado, para a população na faixa etária dos 70 anos ou mais, a aplicação da terceira dose da vacina contra a Covid-19 já atinge o público acima dos 60 anos, os imunossuprimidos e os profissionais da saúde. O chamado reforço da imunização, permitido apenas aos que receberam a segunda dose há pelo menos seis meses, avança em ritmo mais lento no RS, pois depende exclusivamente do quantitativo que chega ao RS de vacinas da Pfizer, as únicas administradas nesta fase de reforço, segundo diretrizes do Ministério da Saúde.
De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde (SES), a mais recente pactuação entre os gestores estaduais e municipais foi realizada nesta quarta-feira (6), e determinou o envio para todos os municípios, a partir desta quinta (7), de 67.746 doses para aplicação de reforços ou adicionais, de um total de 762 mil ampolas que chegaram ao Estado.
Serão 40.285 doses para pessoas imunodeprimidas (terceira dose 28 dias após a segunda ou dose única), 12.878 doses para trabalhadores da saúde (terceira dose seis meses após a segunda ou dose única)e 14.583 doses para pessoas com mais de 60 anos (terceira dose seis meses após a segunda ou dose única).
Segundo o presidente do Conselho das Secretarias Municipais da Saúde (Cosems/RS), Maicon Lemos, as remessas destinadas à terceira dose ainda estão chegando aos poucos ao Estado. "Estamos avançando na medida em que temos recebido as vacinas para a dose 3, ainda em poucas quantidades. Neste momento, os municípios começam a vacinar a população acima de 60 anos e que recebeu a segunda dose até 02 de abril. Temos um grande público a ser vacinado pela frente, e não pretendemos trabalhar por grupos, e sim por idades", afirma.
Até o final da tarde desta quinta, o painel de monitoramento da imunização no RS contabilizava um total de 130.637 terceiras doses aplicadas. Já em Porto Alegre, esse número chegou a 30.514 ao longo do dia, quando estavam recebendo o reforço pessoas com 60 anos ou mais vacinadas com a segunda dose até 6 de abril, imunossuprimidos com esquema vacinal completo até 9 de setembro e profissionais de saúde que receberam a segunda dose até 20 de março. 
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o contingente total de público elegível para receber a dose de reforço na Capital é composto por 30.582 idosos, 6.372 idosos institucionalizados e 47.157 profissionais da saúde.
Por ora, o único grupo de trabalhadores incluído no calendário da terceira dose contra a Covid-19 é o de profissionais da saúde, que estiveram entre os primeiros vacinados no Estado, há mais de seis meses, intervalo considerado entre as aplicações da segunda e terceira doses, conforme preconizado pelo Ministério da Saúde.

Veja quem pode e onde receber a dose de reforço na Capital

Público apto para a terceira dose:
  • Pessoas com 60 anos ou mais vacinadas com a segunda dose até 7 de abril, imunossuprimidos com esquema vacinal completo até 10 de setembro e profissionais de saúde que receberam a segunda dose até 20 de março.
Requisitos:
  • Os imunossuprimidos (com imunodeficiência primária grave, que passem por quimioterapia, transplantados, portadores de HIV, que fazem uso de corticóides em doses maiores de 20 mg/dia de prednisona, que usam drogas modificadoras da resposta imune, pacientes em hemodiálise ou com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas) precisam comprovar a condição de saúde, por meio de atestado médico, nota de alta hospitalar ou receita de medicação.
  • Já os profissionais de saúde precisam apresentar comprovante do registro no Conselho de Classe, além do de residência na Capital.
 Locais de vacinação:
  • Shopping João Pessoa, das 9h às 21h; Largo Glênio Peres, das 12h às 18h; e em 16 farmácias parceiras, das 9h às 17h.
  • Em 35 unidades de saúde, em sete delas das 8h às 21h (Belém Novo, Diretor Pestana, Morro Santana, Primeiro de Maio, Ramos, São Carlos e Tristeza), nas demais, das 8h às 17h.
  •  Na Escola de Educação Infantil Ana Maltz Knijnik (Estrada Cristiano Kraemer, 1078 - Vila Nova), das 9h às 16h, e na Unidade de Saúde Campos do Cristal (Beco do Império, 541- Vila Nova), das 13h às 16h.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO