Porto Alegre, sexta-feira, 01 de outubro de 2021.
Dia Nacional do Idoso e Dia do Vendedor.
Porto Alegre,
sexta-feira, 01 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CONTROLE DA PANDEMIA

- Publicada em 30/09/2021 às 20h37min.

Leite amplia capacidade de público em eventos e estádios mediante vacinação

Governador, vice e secretária reforçaram manutenção de cuidados e calendário vacinal completo

Governador, vice e secretária reforçaram manutenção de cuidados e calendário vacinal completo


Reprodução/JC
Fernanda Crancio
No início da noite desta quinta-feira (30), por meio de live, o governador Eduardo Leite anunciou as novas flexibilizações e alterações em protocolos que integram o Sistema 3As de Monitoramento da pandemia. Acompanhado do vice-governador Ranolfo Vieira Júnior e da secretária da Saúde, Arita Bergmann, destacou que o avanço da vacinação permitiu as mudanças, que se concentram na ampliação da capacidade de público em eventos esportivos, sociais, infantis e de entretenimento, com liberação de pistas de dança, e exigência de comprovação de vacinação, além de testagem para acesso aos ambientes fechados. As novas regras passam a valer a partir da publicação de decreto, previsto para esta sexta (1).
No início da noite desta quinta-feira (30), por meio de live, o governador Eduardo Leite anunciou as novas flexibilizações e alterações em protocolos que integram o Sistema 3As de Monitoramento da pandemia. Acompanhado do vice-governador Ranolfo Vieira Júnior e da secretária da Saúde, Arita Bergmann, destacou que o avanço da vacinação permitiu as mudanças, que se concentram na ampliação da capacidade de público em eventos esportivos, sociais, infantis e de entretenimento, com liberação de pistas de dança, e exigência de comprovação de vacinação, além de testagem para acesso aos ambientes fechados. As novas regras passam a valer a partir da publicação de decreto, previsto para esta sexta (1).
"A gente renova a todos a demanda de que mantenham os cuidados. Estamos voltando a algo próximo da normalidade, mas é importante manter os cuidados, usar máscara e evitar ao máximo as aglomerações. O risco de contaminação ainda existe", disse Leite.
Pelas novas regras, a exigência de cartão de vacinação, considerando o calendário de imunização em curso, será obrigatória em casas noturnas, estádios de competições esportivas feiras e exposições, shows, cinemas, teatros, parques temáticos e de diversão e similares, que são consideradas atividades de alto risco de contaminação para a Covid-19. Nas pistas de dança de casas de espetáculos, bares e casas de festas, no entanto, não será permitido consumo de alimentos e bebidas.
Entre as mudanças mais aguardadas, destacam-se as que envolvem as competições esportivas e a retomada de público dos estádios de futebol, que foi ampliada para até 2,5 mil pessoas, com exigência de vacinação. Acima desse teto de ocupação será permitido público exclusivamente nas cadeiras, com ocupação máxima de 30% e distanciamento mínimo de 1 metro entre grupos de até três pessoas, e mediante autorização do município sede e da regional Covid, além de presença de monitores para fiscalização do cumprimento do protocolos.
Nos eventos foi ampliada a capacidade para até 800 pessoas- apenas 350 pessoas vinham sendo autorizadas-, com exigência de manutenção dos protocolos básicos de enfrentamento à pandemia e vedação de permanência em pé para consumo de bebidas e alimentos, inclusive na pista de dança. Será necessário ainda apresentar o comprovante de vacinação e, para eventos entre 401 e 800 pessoas, testagem de colaboradores e público. 
Exposições, feiras, convenções e congressos poderão reunir público de até 10 mil pessoas, cabendo ao Gabinete de Crise do governo autorizar eventos de maior porte. Para participar dos eventos será preciso apresentar carteira de vacinação. Em casos com público entre 2.501 e 10 mil pessoas será exigida fiscalização de protocolos por monitores, que fiscalizarão o distanciamento e uso de máscara, além de testagem para trabalhadores do evento.
Seguem valendo os protocolos gerais obrigatórios, que incluem uso de máscara, distanciamento de no mínimo 1 metro, higienização das mãos, ventilação de ambientes, além das regras exigidas nos ambientes de trabalho. "Se observa redução de casos no Estado, mas a pandemia ainda preocupa, não é uma situação de normalidade", enfatizou o governador.
A secretária Arita destacou ainda que foi o avanço da imunização no Estado- mais de 92% da população com pelo menos uma dose e 62% com esquema vacinal completo- que permitiu as novas flexibilizações de "atividades de lazer com segurança".
Já o vice-governador lembrou, ainda, que para o RS avançar mais depende da ampliação da proteção vacinal, já que cerca de 700 mil gaúchos ainda não fizeram a segunda dose. "É importante salientar que não liberou geral, é uma flexibilização gradativa, não esqueçam a vacina e o uso da máscara, não chegamos ao final da pandemia", concluiu Ranolfo.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO