Porto Alegre, sexta-feira, 14 de maio de 2021.
Porto Alegre,
sexta-feira, 14 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 21h00min, 14/05/2021.

Brasil sobe para15,5 milhões casos de Covid-19 e mortes, para 432,6 mil

Ainda há 3.702 óbitos em investigação

Ainda há 3.702 óbitos em investigação


ARUN SANKAR/AFP/JC
O total de casos acumulados de covid-19 subiu para 15.519.525. Em 24 horas, foram confirmadas pelas autoridades de saúde 85.536 novas pessoas infectadas pelo novo coronavírus.
O total de casos acumulados de covid-19 subiu para 15.519.525. Em 24 horas, foram confirmadas pelas autoridades de saúde 85.536 novas pessoas infectadas pelo novo coronavírus.
Ainda há 3.702 óbitos em investigação. Isso ocorre porque há casos em que um paciente morre, mas a causa segue sendo apurada mesmo após a declaração do óbito.
As informações estão no balanço diário do Ministério da Saúde, divulgado na noite desta sexta-feira (14).
O total de vidas perdidas durante a pandemia subiu para 432.628. Entre ontem e hoje, foram registradas 2.211 novas mortes. 
O número de pessoas que se recuperaram da covid-19 desde o início da pandemia ultrapassou os 14 milhões. Com a atualização de hoje, as pessoas nesta condição totalizaram 14.028.355. Isso equivale a 90,4% do total de pessoas que foram infectadas com o vírus.
Estados
O ranking de estados com mais mortes pela covid-19 é liderado por São Paulo (103.493). Em seguida vêm Rio de Janeiro (47.699), Minas Gerais (37.005), Rio Grande do Sul (26.550) e Paraná (24.330). Já na parte de baixo da lista, com menos vidas perdidas para a pandemia, estão Roraima (1.568), Acre (1.608), Amapá (1.610), Tocantins (2.704) e Alagoas (4.462).
O Rio Grande do Sul registou mais 108 óbitos, elevando para 26.550 vidas perdidas. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES) foram notificado mais 4.728 novos casos de Covid-19. Já são 26,9 mil gaúchos infectados pela doença desde o início da pandemia. Destes, 983.090 já se recuperaram e outros 17,2 mil seguem em acompanhamento.
Agência Brasil
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário