Porto Alegre, sábado, 27 de março de 2021.
Dia Internacional do Teatro e Dia do Circo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 27 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 12h58min, 27/03/2021. Atualizada em 13h22min, 27/03/2021.

Novo lote de medicamentos para intubação é entregue a hospitais do RS

A remessa dos remédios chegou na sexta (26) e vai beneficiar 51 instituições hospitalares do Rio Grande do Sul

A remessa dos remédios chegou na sexta (26) e vai beneficiar 51 instituições hospitalares do Rio Grande do Sul


Itamar Aguiar/Palácio Piratini/Divulgação/JC
Hospitais do Rio Grande do Sul começaram a receber neste sábado (27) medicamentos do kit intubação. A logística de distribuição e armazenamento é realizada pelo 3º Batalhão de Suprimentos do Exército, que realizou a primeira parada pela manhã no Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre. Em seguida, os militares entregaram os remédios para os hospitais Ernesto Dornelles, Instituto de Cardiologia, Associação Hospitalar Vila Nova e Mãe de Deus.
Hospitais do Rio Grande do Sul começaram a receber neste sábado (27) medicamentos do kit intubação. A logística de distribuição e armazenamento é realizada pelo 3º Batalhão de Suprimentos do Exército, que realizou a primeira parada pela manhã no Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre. Em seguida, os militares entregaram os remédios para os hospitais Ernesto Dornelles, Instituto de Cardiologia, Associação Hospitalar Vila Nova e Mãe de Deus.
O novo lote do kit intubação enviado pelo Ministério da Saúde chegou ao Estado na noite desta sexta-feira (26). Com o estoque de bloqueadores neuromusculares e sedativos em nível crítico, o Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo, recebeu os medicamentos em primeira mão, devido à urgência. "Precisamos correr contra o tempo para garantir conforto aos pacientes intubados", explica a secretária da Saúde, Arita Bergman.
Os remédios são necessários para o procedimento de ventilação mecânica de pacientes com dificuldades respiratórias. Frente à dificuldade de aquisição no País e ao aumento da demanda desde o ano passado, o governo do Estado e o Ministério da Saúde se articularam para comprá-los excepcionalmente e distribuí-los às instituições com estoques críticos e que prestam atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
"Toda ajuda é bem-vinda. Nossos estoques de medicamentos para sedação de pacientes intubados estão muito baixos, essa é a nossa principal necessidade", destacou o diretor presidente do Grupo Hospitalar Conceição, Cláudio Oliveira, do qual o Cristo Redentor faz parte. Ele comenta que o estoque da instituição ainda não esvaziou devido a contratos vigentes e ao fato que algumas indústrias estão realizando entregas fracionadas. "Além disso, estamos negociando a aquisição de medicamentos com o Uruguai e a Argentina. É uma negociação ainda em fase inicial, mas a expectativa é grande", explica.
No decorrer deste sábado, além da equipe do Exército que entrega os medicamentos em Porto Alegre, dez grupos formados por militares percorrem mais de 6,5 mil quilômetros pelo interior gaúcho para abastecer os estoques de hospitais. Essa remessa beneficia 51 instituições com medicamentos do kit intubação, remédios para o procedimento de ventilação mecânica de pacientes com dificuldades respiratórias. São 20,1 mil frascos de atracúrio, 3,5 mil ampolas de cisatracúrio e 37,88 mil frascos de midazolam.
Comentários CORRIGIR TEXTO