Porto Alegre, terça-feira, 09 de março de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 09 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

saúde

- Publicada em 21h40min, 09/03/2021. Atualizada em 21h46min, 09/03/2021.

Municípios da Região Carbonífera do RS terão lockdown no fim de semana

Restrição total vale a partir das 20h de sesta sexta-feira (12) até as 5h de segunda-feira (15)

Restrição total vale a partir das 20h de sesta sexta-feira (12) até as 5h de segunda-feira (15)


PREFERITURA DE SÃO JERÔNIMO/ DIVULGAÇÃO/ FACEBOOK/ JC
Sete municípios da Região Carbonífera do Rio Grande do Sul terão regras mais rígidas no fim da semana para conter o avanço do coronavírus. As prefeituras de Arroio dos Ratos, Barão do Triunfo, Butiá, Charqueadas, General Câmara, Minas do Leão e São Jerônimo decretaram lockdown a partir das 20h de sesta sexta-feira (12) até as 5h de segunda-feira (15).
Sete municípios da Região Carbonífera do Rio Grande do Sul terão regras mais rígidas no fim da semana para conter o avanço do coronavírus. As prefeituras de Arroio dos Ratos, Barão do Triunfo, Butiá, Charqueadas, General Câmara, Minas do Leão e São Jerônimo decretaram lockdown a partir das 20h de sesta sexta-feira (12) até as 5h de segunda-feira (15).
A decisão foi tomada nesta terça-feira (9) durante reunião entre os municípios da Região. Os municípios da Costa Doce e do Vale do Rio Pardo também ampliarão as restrições no próximo final de semana.
Durante o lockdown, os serviços essenciais como supermercados, restaurantes, farmácias e fornecedores de gás, poderão funcionar, exclusivamente, com o sistema de tele-entrega. As funerárias, oficinas mecânicas, borracharias e auto elétricas estão liberadas para funcionamento, mas devem permanecer com as portas fechadas.   
Os postos de combustíveis poderão vender apenas gasolina, álcool e diesel. As lojas de conveniência instaladas em rodovias devem atender somente pessoas que estiverem em trânsito pelo município, como caminhoneiros e motoristas de órgãos públicos.
O decreto não se aplica aos estabelecimentos de assistência à saúde humana e animal.
Aqueles que descumprirem o decreto sofrerão penalidades conforme o Código Sanitário Municipal sem prejuízo das demais sanções penais cabíveis.
O Rio Grande do Sul permanece em bandeira preta do distanciamento controlado até 21 de março para frear a pandemia, que tem atualmente o seu pior momento no Estado. Os municípios têm permissão para adotarem regras mais rígidas neste período. No último fim de semana, o Litoral do Norte do Estado também adotou lockdown
Comentários CORRIGIR TEXTO