Porto Alegre, quarta-feira, 03 de março de 2021.
Dia do Meteorologista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 03 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 16h20min, 03/03/2021. Atualizada em 17h38min, 03/03/2021.

RS confirma mais 180 mortes por Covid, 38 somente em Porto Alegre

A superlotação de UTIs, como a Clínicas, se repete, o que eleva riscos de mais perda de vidas

A superlotação de UTIs, como a Clínicas, se repete, o que eleva riscos de mais perda de vidas


CLÓVIS PRATES/DIVULGAÇÃO/JC
Pelo segundo dia consecutivo no Rio Grande do Sul, o nível de registros de mortes por Covid-19 é recorde. Nessa terça-feira (2), foram 185 vidas perdidas para o novo coronavírus, o maior na pandemia até agora. Esta quarta-feira (3), são mais 180 mortes, sendo que 38 foram de residentes em porto alegre, segundo o painel da Secretaria Estadual da Saúde (SES). 
Pelo segundo dia consecutivo no Rio Grande do Sul, o nível de registros de mortes por Covid-19 é recorde. Nessa terça-feira (2), foram 185 vidas perdidas para o novo coronavírus, o maior na pandemia até agora. Esta quarta-feira (3), são mais 180 mortes, sendo que 38 foram de residentes em porto alegre, segundo o painel da Secretaria Estadual da Saúde (SES). 
Na terça, a Capital teve 45 óbitos, um quarto do total. Com os novos números computados, o Estado chega a 12.833 mortes. O número de casos no Estado está perto dos 660 mil, são 657.509. Foram 8.318 novos casos de Covid-19.
Canoas registrou mais 13 mortes e foi a segunda localidade com mais baixas, seguida por Alvorada, com oito casos. 
As UTIs continuam com grande demanda, e repetem nesta quarta a superlotação acima de 100%.
Na tarde desta quarta, a taxa é de 101,5%, com 2.939 internados para 2.895 vagas. São 1.885 doentes com Covid-19 e 230 suspeitos, além de 824 de outras doenças, número que reduz a cada dia, enquanto sobe o dos ligados à pandemia. Na terça-feira, eram 2.819 no total, sendo 1.773 de Covid-19 e 209 suspeitos.
As internações gerais também não param de avançar. São 44.278 nesta quarta, 567 a mais em 24 horas.   
Com o aumento acelerado de mortes, hospitais registram dificuldade na estrutura de necrotério. O Hospital Moinhos de Vento teve de alugar um contêiner de câmara fria para receber corpos de vítimas da Covid-19.
A situação piora dia a dia. Também foram confirmados mais casos da variante P.1 do novo coronavírus, que é mais contagiosa, e com registros em Porto Alegre.
Comentários CORRIGIR TEXTO