Porto Alegre, quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021.
Dia do WebDesigner.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 18h49min, 23/02/2021. Atualizada em 15h31min, 24/02/2021.

Quase 60% dos doentes nas UTIs de Porto Alegre já são de Covid ou suspeita

Um a cada cinco casos confirmados e suspeitos de Covid-19 está internado no Hospital de Clínicas

Um a cada cinco casos confirmados e suspeitos de Covid-19 está internado no Hospital de Clínicas


LUIZA PRADO/JC
Mais que a permanente e em níveis altíssimos lotação, as UTIs de Porto Alegre já comportam maior parte de pacientes ligada à pandemia. Quase 60% dos casos nesta terça-feira (23) tem Covid-19 ou é de suspeitos.
Mais que a permanente e em níveis altíssimos lotação, as UTIs de Porto Alegre já comportam maior parte de pacientes ligada à pandemia. Quase 60% dos casos nesta terça-feira (23) tem Covid-19 ou é de suspeitos.
São 388 positivos para a doença causada pelo novo coronavírus e 51 ainda aguardando resultado de teste para a enfermidade. Com isso, são 439 internados, 56,3% dos total de pessoas com situação agravada e necessitando de cuidados dos centros de terapia intensiva.
Em uma semana, são quase 75 novos casos, ou 24% mais, frente aos 313 em 16 de fevereiro, de uma semana atrás. Mas em 24 horas, foram 32 a mais. O maior número de confirmados e suspeitos está no Hospital de Clínicas (HCPA), que soma 96 casos, ou um quinto do total, sendo 81 com o novo coronavírus, um quinto dos registros.
O total do sistema monitorado pela Secretaria Municipal da Saúde é de 780 pacientes para 846 vagas, que vêm ampliando a cada dia, ao mesmo tempo que o crescimento de casos de Covid-19. A ocupação é de 96,3% no fim da tarde desta terça.
Mas há ainda 148 casos em leitos nas emergências à espera de um lugar em UTIs. Nesta fila, estão 45 confirmados para Covid-19, 39 sem o vírus e 64 em ventilação mecânica. 
Seis UTIs estão com ocupação esgotada e até acima como a do Hospital Moinhos de Vento, com 107,6% e lotação. São Lucas, Mae de Deus, Vila Nova, Independência e Fêmina são as outras instituições com 100% da capacidade usada.
Comentários CORRIGIR TEXTO