Porto Alegre, sábado, 20 de fevereiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 20 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 17h53min, 20/02/2021. Atualizada em 19h32min, 20/02/2021.

Santa Casa é o sexto hospital de Porto Alegre a restringir atendimentos

Estão sendo mantidos os atendimentos na urgência e emergência apenas de casos graves

Estão sendo mantidos os atendimentos na urgência e emergência apenas de casos graves


RAUL KREBS/DIVULGAÇÃO/JC
Roberta Mello
O Complexo Hospitalar Santa Casa é o sexto de Porto Alegre a operar com restrições devido ao aumento no número de casos de pacientes com Covid-19 que precisam de leito clínico ou de UTI.
O Complexo Hospitalar Santa Casa é o sexto de Porto Alegre a operar com restrições devido ao aumento no número de casos de pacientes com Covid-19 que precisam de leito clínico ou de UTI.
A partir deste sábado (20), estão mantidos os atendimentos na urgência e emergência apenas de casos graves - tanto particulares e via convênio quanto através do SUS. A capital vive um dos momentos mais críticos em seu sistema de saúde e bateu o triste recorde na ocupação de UTIs com seis hospitais 100% lotados.
As cirurgias e consultas já agendadas também estão mantidas, pelo menos até segunda ordem. A assessoria de imprensa do hospital diz que o corpo clínico está reavaliando o cenário a todo momento e avisa: as medidas restritivas podem, sim, endurecer nos próximos dias.
A Santa Casa se soma a uma lista extensa de hospitais que estão tendo de readequar seu atendimento para dar conta do grande número de casos de Covid-19 que chegam em busca de tratamento. Neste sábado, o Clínicas decidiu manter suspensão de cirurgias e atendimentos não urgentes
O Moinhos de Vento está priorizando os pacientes em estado grave, até que a situação atual de ocupação seja normalizada e a pandemia retorne aos patamares anteriores. O São Lucas da Pucrs restringiu atendimento emergencial até as 18h desta segunda-feira (22).
Os hospitais Conceição e Divina Providência também operam com restrições. A direção do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) decidiu suspender cirurgias eletivas a partir de segunda-feira (22) no Hospital Conceição, que integra o grupo, por um prazo de 15 dias.
Comentários CORRIGIR TEXTO