Porto Alegre, terça-feira, 19 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 19 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 12h53min, 19/01/2021. Atualizada em 13h06min, 19/01/2021.

Vacinação começa na tarde desta terça-feira em Porto Alegre

Capital recebeu na manhã desta terça-feira as 51,6 mil doses da Coronavac

Capital recebeu na manhã desta terça-feira as 51,6 mil doses da Coronavac


ALEX ROCHA/PMPA/DIVULGAÇÃO/JC
A prefeitura de Porto Alegre dá início na tarde desta terça-feira (19) à vacinação contra a Covid-19 na Capital, que começa pelos grupos prioritários. O ato simbólico ocorrerá às 16h com a vacinação no Asilo Padre Cacique. Confira as fases do Plano Municipal de Vacinação.
A prefeitura de Porto Alegre dá início na tarde desta terça-feira (19) à vacinação contra a Covid-19 na Capital, que começa pelos grupos prioritários. O ato simbólico ocorrerá às 16h com a vacinação no Asilo Padre Cacique. Confira as fases do Plano Municipal de Vacinação.
O primeiro lote da vacina Coronavac, com 51,6 mil doses destinadas ao município, foi retirado na manhã desta terça no Centro de Distribuição do Estado. Serão 19 equipes volantes da prefeitura para realizar a vacinação nas clínicas para idosos e também nas aldeias indígenas e junto aos quilombolas. Os profissionais da Saúde atuarão no esquema de vacinação com acompanhamento de viaturas das forças de segurança – Exército, Brigada Militar e Guarda Municipal.
“Como o governo do Estado armazenará os volumes para a segunda dose deste primeiro público, todas as cerca de 50 mil doses poderão ser aplicadas agora, ampliando a cobertura dos profissionais de saúde de linha de frente no combate à Covid-19”, informou o secretário municipal da Saúde, Mauro Sparta. 
No caso dos profissionais de Saúde, o município fará nesta tarde o fracionamento das doses para destinação aos hospitais. As próprias instituições ficarão responsáveis por aplicar as doses. A Secretaria Municipal da Saúde reforça que inicialmente não haverá vacinação nos postos. 

Quem são os primeiros 50 mil que serão vacinados na Capital:

  • Cerca de 40 mil profissionais de saúde que atuam em UTIs. A prefeitura destina as doses, e os hospitais realizam a imunização.
  • Cerca de 10 mil idosos em instituições de longa permanência.
  • Cerca de 500 indígenas e quilombolas (acima de 18 anos).
  • Nos dois últimos casos, as equipes da SMS irão aos locais vacinar.
Comentários CORRIGIR TEXTO