Porto Alegre, segunda-feira, 28 de dezembro de 2020.
Dia do Petroquímico. Dia do Salva-Vidas.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 28 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 10h52min, 28/12/2020. Atualizada em 11h30min, 28/12/2020.

RS tem semana de estabilização nas internações em UTI por Covid-19

Número de pacientes confirmados em UTIs se manteve o mesmo, mas o de suspeitos aumentou na última semana

Número de pacientes confirmados em UTIs se manteve o mesmo, mas o de suspeitos aumentou na última semana


Go Nakamura/Getty Images/AFP/JC
Juliano Tatsch
A penúltima semana de 2020 foi de estabilização nas internações de pacientes com Covid-19 em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) no Rio Grande do Sul. Os números continuam altos no Estado, mas não aumentaram entre os dias 21 e 28 de dezembro.
A penúltima semana de 2020 foi de estabilização nas internações de pacientes com Covid-19 em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) no Rio Grande do Sul. Os números continuam altos no Estado, mas não aumentaram entre os dias 21 e 28 de dezembro.
Na manhã desta segunda-feira (28), os hospitais gaúchos tinham um total de 946 pacientes com diagnóstico confirmado par a infecção pelo novo coronavírus em seus leitos intensivos. O número é o mesmo registrado na segunda-feira anterior, dia 21.
Já no que diz respeito à quantidade de pessoas hospitalizadas em leitos clínicos em razão da pandemia, o cenário atual é melhor do que aquele visto há uma semana. No dia 21 de dezembro, eram 1.272 pessoas internadas em enfermarias no Rio Grande do Sul. Nesta última segunda-feira de 2020, são 1.103 – uma redução de 13,3%.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/12/28/206x137/1_internacoes_rs-9218238.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5fe9dd8ea4e91', 'cd_midia':9218238, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/12/28/internacoes_rs-9218238.jpg', 'ds_midia': 'Internações por Covid-19 no Rio Grande do Sul', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'Internações por Covid-19 no Rio Grande do Sul', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '591', 'align': 'Left'}
O número de pacientes suspeitos de infecção pelo novo coronavírus que estão em UTIs no Estado, no entanto, subiu, passando de 167 no dia 21 para 193 neste dia 28, representando um crescimento de 15,5% em uma semana. Já o número de pessoas com suspeita de terem a Covid-19 e que estão em leitos clínicos caiu de 638 para 511 no período de sete dias.
A ocupação de leitos de UTI por pacientes com a doença caiu no Rio Grande do Sul, ficando abaixo dos 80% nesta segunda-feira – 79,6%. As regiões Covid de Cachoeira do Sul, com 100% dos leitos intensivos ocupados, e a de Novo Hamburgo, com 91,2% de ocupação são as com situação mais delicada.
O Estado tem 431.603 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus. Há uma semana, no dia 20, eram 407.755. Ou seja, em sete dias, o Rio Grande do Sul teve um acréscimo de 5,8% no total de pessoas que contraíram o Sars-Cov-2. No momento, são 14,7 mil gaúchos em tratamento ou recuperação da doença.
De todas as pessoas que contraíram o vírus no Estado até o momento, 7% necessitaram ser hospitalizadas – a cada 100 gaúchos contaminados, sete precisam ser internados.
O número de vítimas fatais chegou a 8.492 neste domingo (27), número 5% superior aos 8.087 óbitos registrados até o dia 20 de dezembro.
Comentários CORRIGIR TEXTO