Porto Alegre, terça-feira, 01 de dezembro de 2020.
Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 01 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Distanciamento controlado

- Publicada em 18h07min, 30/11/2020. Atualizada em 11h03min, 01/12/2020.

Porto Alegre e mais 18 regiões voltam a ter bandeira vermelha

Novo mapa da pandemia no RS tem 19 regiões em bandeira vermelha, incluindo Porto Alegre

Novo mapa da pandemia no RS tem 19 regiões em bandeira vermelha, incluindo Porto Alegre


GOVERNO DO RS/DIVULGAÇÃO/JC
O governador Eduardo Leite anunciou, nesta segunda-feira (30), que apenas duas regiões do distanciamento controlado não terão bandeira vermelha no novo ciclo, que vai desta terça-feira (1) a 7 de dezembro.
O governador Eduardo Leite anunciou, nesta segunda-feira (30), que apenas duas regiões do distanciamento controlado não terão bandeira vermelha no novo ciclo, que vai desta terça-feira (1) a 7 de dezembro.
Porto Alegre passa a ter bandeira vermelha, de alto risco, que não ocorria desde fim de setembro. 
Apenas as regiões de Cachoeira do Sul e Guaíba, que haviam ingressado com recursos, não terão bandeira vermelha, ficando na laranja. Novo decreto para a bandeira vermelha já está valendo.
Outras 18 regiões, além da Capital, estão em alto risco, sendo que oito delas já estavam nesta condição na semana que finalizou nesta segunda. São elas Uruguaiana, Capão da Canoa, Taquara, Santo Ângelo, Santa Rosa, Passo Fundo, Caxias do Sul e Santa Maria. 
Leite também comunicou medidas como restrição de horários para funcionamento do comércio, até as 20h, bares e restaurantes, até as 22h, e delivery e take-away até as 23h. As alterações serão publicadas em decreto estadual até esta terça-feira (1). 
Leite alegou a decisão ao aumento de internações, desde começo de novembro e temor de que mais aumento ocorra ainda. "Até agora a boa notícia é que não houve alta de óbitos, mas eles pararam de cair", alertou o governador. 
O governador, observou que, enquanto cresce a demanda para leitos, há limites de capacidade para ampliar as vagas. "Fizemos esforço com os hospitais, mas há limite. Precisamos do apoio da sociedade para que o vírus se dissemine em menor quantidade", apelou Leite.
Sobre restrições, a prefeitura de Porto Alegre já havia baixado decreto na sexta-feira passada (27), com proibição a eventos em condomínios e outros tipos de comemorações.  
O novo mapa terá 466 municípios em alto risco, somando 10,7 milhões de habitantes, ou 94,7% da população gaúcha. As duas regiões com laranja abrangem 31 localidades e 603,7 mil moradores, 5,3% da população.  
Comentários CORRIGIR TEXTO