Porto Alegre, segunda-feira, 23 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 23 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 11h53min, 23/11/2020. Atualizada em 19h07min, 23/11/2020.

Porto Alegre mantém alta de internações em UTI por Covid-19

Capital tem 246 pacientes em leitos intensivos nesta segunda-feira (23)

Capital tem 246 pacientes em leitos intensivos nesta segunda-feira (23)


MONEY SHARMA/AFP/JC
Juliano Tatsch
O recrudescimento da pandemia do novo coronavírus em Porto Alegre continua. Nesta segunda-feira (23), a Capital tem 246 pacientes internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) com diagnóstico confirmado para o novo coronavírus. O número é o maior desde o dia 27 de outubro, quando os hospitais da cidade também tinham 246 pessoas hospitalizadas em leitos intensivos.
O recrudescimento da pandemia do novo coronavírus em Porto Alegre continua. Nesta segunda-feira (23), a Capital tem 246 pacientes internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) com diagnóstico confirmado para o novo coronavírus. O número é o maior desde o dia 27 de outubro, quando os hospitais da cidade também tinham 246 pessoas hospitalizadas em leitos intensivos.
Após uma sequência de quedas nas internações por Covid-19, Porto Alegre chegou ao seu melhor momento no dia 5 de novembro, quando teve 197 pessoas hospitalizadas em UTI pela doença. A partir daquele dia, porém, a curva mudou de direção, e, ao invés de indicar novas quedas, passou a apontar crescimento nos casos graves de Covid-19 (confira no gráfico).
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/11/23/206x137/1_uti_covid_porto_alegre-9195716.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5fbbcbd93b1b1', 'cd_midia':9195716, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/11/23/uti_covid_porto_alegre-9195716.jpg', 'ds_midia': 'Variação de pacientes em UTIs em Porto Alegre com Covid-19', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'Variação de pacientes em UTIs em Porto Alegre com Covid-19', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '590', 'align': 'Left'}
Na terça-feira da semana passada, dia 17, o Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) teve de reabrir três leitos exclusivos para pacientes com a doença em sua UTI em razão do aumento da pressão nos hospitais da cidade.
Na quarta-feira passada (18), a prefeitura de Porto Alegre anunciou a interrupção das flexibilizações nas atividades econômicas na Capital. Conforme o comitê municipal de enfrentamento ao coronavírus, “a medida se deve ao cenário epidemiológico apresentado nas últimas semanas, com estabilidade e possível tendência de aumento dos indicadores”. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) não descarta, inclusive, retroceder em algumas liberações, caso o cenário continue piorando.
O Hospital Moinhos de Vento segue com lotação completa de sua UTI (60 pacientes em 60 leitos, sendo 30 deles em Covid-19). No HCPA, são 114 pacientes (57 com o novo coronavírus) para 147 leitos. No Conceição, a lotação é de 92% - 69 pacientes para 75 leitos. Ao todo, Porto Alegre tem 86,04% de ocupação em seus leitos intensivos.
Comentários CORRIGIR TEXTO