Porto Alegre, terça-feira, 27 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 27 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 11h29min, 27/10/2020.

Número de internados em UTI por Covid-19 em Porto Alegre volta a subir

Capital já desativou 32 dos 280 leitos criados exclusivamente para tratar pacientes de coronavírus

Capital já desativou 32 dos 280 leitos criados exclusivamente para tratar pacientes de coronavírus


SILVIO AVILA/AFP/JC
Juliano Tatsch
A reabertura praticamente total das atividades econômicas de Porto Alegre, somada à volta às aulas presenciais, à liberação de parques e praças, entre outras medidas de afrouxamento do isolamento social, parecem já estar gerando impacto nos números da pandemia do novo coronavírus na Capital. É isso que indica o monitoramento de pacientes internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) em razão da Covid-19 na cidade. O número na manhã desta terça-feira (27) é o maior dos últimos sete dias.
A reabertura praticamente total das atividades econômicas de Porto Alegre, somada à volta às aulas presenciais, à liberação de parques e praças, entre outras medidas de afrouxamento do isolamento social, parecem já estar gerando impacto nos números da pandemia do novo coronavírus na Capital. É isso que indica o monitoramento de pacientes internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) em razão da Covid-19 na cidade. O número na manhã desta terça-feira (27) é o maior dos últimos sete dias.
Depois de chegar a 234 pacientes hospitalizados em leitos intensivos no dia 13 de outubro, oscilar para cima, e voltar a bater a marca de 234 no dia 22, o total de pessoas em UTIs em Porto Alegre em razão do novo coronavírus voltou a subir nos últimos dias, chegando a 250 nesta terça-feira (confira  o gráfico).
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/27/206x137/1_grafico_uti_covid_19-9174696.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f982ce112da5', 'cd_midia':9174696, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/27/grafico_uti_covid_19-9174696.jpg', 'ds_midia': 'Variação de pacientes internados em UTIs por Covid-19 em Porto Alegre', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'Variação de pacientes internados em UTIs por Covid-19 em Porto Alegre', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '529', 'align': 'Left'}
Dois dos principais hospitais referência para o atendimento de pessoas com a doença tem mais de 90% de ocupação de seus leitos intensivos. O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) está com 109 pacientes para um total de 147 vagas (90,08% de lotação), enquanto o Hospital Conceição tem 93,3% de ocupação em sua UTI (75 vagas e 70 pacientes).
Atualmente, a Capital tem 42.575 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus. Desde o início da pandemia, 1.242 pessoas perderam a vida para a Covid-19 em Porto Alegre. 
Comentários CORRIGIR TEXTO