Porto Alegre, sexta-feira, 16 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 16 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 11h38min, 16/10/2020. Atualizada em 13h28min, 16/10/2020.

Internações em UTI por Covid-19 caem quase 10% em uma semana no RS

Rio Grande do Sul tem, nesta sexta-feira, 531 pessoas em UTIs por causa do novo coronavírus

Rio Grande do Sul tem, nesta sexta-feira, 531 pessoas em UTIs por causa do novo coronavírus


MAURO PIMENTEL/AFP/JC
Juliano Tatsch
A pandemia do novo coronavírus está há mais de sete meses e meio no Rio Grande do Sul. Desde o dia do registro do primeiro caso – 29 de fevereiro – até esta quinta-feira (15), já foram confirmados 218.835 casos de contágio e 5.282 óbitos causados pela Covid-19.
A pandemia do novo coronavírus está há mais de sete meses e meio no Rio Grande do Sul. Desde o dia do registro do primeiro caso – 29 de fevereiro – até esta quinta-feira (15), já foram confirmados 218.835 casos de contágio e 5.282 óbitos causados pela Covid-19.
O vírus segue infectando muito e causando muitos óbitos no Rio Grande do Sul – somente nos últimos três dias foram 3.865 novos casos e 115 óbitos. Ou seja, a pandemia ainda está longe de acabar e segue vitimando muita gente.
Entretanto, alguns bons números indicam um futuro com um cenário mais positivo. Um deles é o de pessoas internadas em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs). O indicador vem em queda nas últimas cinco semanas. Somente nos últimos sete dias, o total de pessoas hospitalizadas em leitos intensivos em razão da Covid-19 no Estado caiu 9,3%, passando de 586 no dia 8 de outubro para 532 no dia 15 de outubro.
Nesta sexta-feira (16), eram 531 pessoas hospitalizadas em UTIs no Rio Grande do Sul por causa da doença. Os dados do último período de sete dias reforçam uma tendência que se observa nas últimas cinco semanas, em que se observa uma sequência de diminuições no contingente de pacientes em UTIs por causa do novo coronavírus no Estado. O último aumento havia ocorrido entre os dias 3 e 10 de setembro (confira na tabela).
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/16/206x137/1_casos_rs-9165980.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f89ac1b28e52', 'cd_midia':9165980, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/16/casos_rs-9165980.jpg', 'ds_midia': 'Variação de internação em UTI por Covid-19 no RS', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'Variação de internação em UTI por Covid-19 no RS', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '762', 'cd_midia_h': '528', 'align': 'Left'}
No que diz respeito aos óbitos, diferentemente do indicador de internações, não há como haver diminuição, apenas redução no ritmo de aumento, o que também vem ocorrendo, pelo menos, há cinco semanas.
Na semana mais recente, entre os dias 8 e 15 de outubro, houve um aumento de 4,2% no total de vítimas fatais no RS. Na semana anterior (de 1 a 8 de outubro), o crescimento havia sido de 5,2% e, antes disso, entre 24 de setembro e 1 de outubro, o acréscimo de mortes fora de 5.9% (confira na tabela).
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/16/206x137/1_mortes_covid_19_rs-9165986.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f89ad4b77e5f', 'cd_midia':9165986, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/16/mortes_covid_19_rs-9165986.jpg', 'ds_midia': 'Variação de óbitos por Covid-19 no RS', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'Variação de óbitos por Covid-19 no RS', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '788', 'cd_midia_h': '481', 'align': 'Left'}
Ainda que os percentuais indiquem que os óbitos venham ocorrendo em uma velocidade menor, os números brutos mostram que muita gente ainda vem sendo vitimada pelo novo coronavírus no Rio Grande do Sul. No último mês, entre os dias 15 de setembro e 15 de outubro, foram registradas 1.108 mortes – uma média de mais de 36,9 óbitos por dia.
Já em relação aos casos, são duas semanas seguidas de queda no ritmo de nova contaminações. Na semana mais recente, o percentual de aumento de contágios foi de 4,3%. O percentual é menos da metade daquele registrado duas semanas antes, quando foi de 8,8% (confira na tabela).
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/16/206x137/1_variacao_de_casos_no_rs-9165992.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f89ae771b9d2', 'cd_midia':9165992, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/16/variacao_de_casos_no_rs-9165992.jpg', 'ds_midia': 'Variação de casos de Covid-19 no RS', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'Variação de casos de Covid-19 no RS', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '449', 'align': 'Left'}
Como na próxima semana, a partir de terça-feira, dia 20, deve ocorrer o retorno das aulas presenciais na rede pública estadual gaúcha, a tendência é de que haja um crescimento nos indicadores de contaminações de crianças e jovens, na medida em que esse grupo populacional está mais exposto ao vírus. Atualmente, são 15.807 casos confirmados entre pessoas que possuem entre 5 e 19 anos – o número corresponde a 7,2% do total de contaminados no Estado.
Comentários CORRIGIR TEXTO