Porto Alegre, sexta-feira, 16 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 16 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 14h07min, 08/10/2020. Atualizada em 14h21min, 08/10/2020.

Porto Alegre tem queda de internações e óbitos, mas aumento nos casos de Covid-19

Prefeitura considera período de 15 dias como o ideal para analisar o cenário na Capital

Prefeitura considera período de 15 dias como o ideal para analisar o cenário na Capital


JOYCE ROCHA/JC
Juliano Tatsch
O novo coronavírus segue perdendo força em Porto Alegre, ainda que oscilações nos indicadores mostrem que o cenário não é totalmente definitivo. O acompanhamento semanal da tendência da pandemia mostra que, na última semana, houve queda no ritmo de novos óbitos e aumento no de novos casos. Já no que diz respeito ao total de pacientes internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), são cinco semanas de queda consecutivas.
O novo coronavírus segue perdendo força em Porto Alegre, ainda que oscilações nos indicadores mostrem que o cenário não é totalmente definitivo. O acompanhamento semanal da tendência da pandemia mostra que, na última semana, houve queda no ritmo de novos óbitos e aumento no de novos casos. Já no que diz respeito ao total de pacientes internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), são cinco semanas de queda consecutivas.
Nos últimos sete dias, entre 30 de setembro e 7 de outubro, o percentual de aumento no total de mortes causadas pela Covid-19 foi de 5,55%, com o número de vítimas fatais passando de 1.030 para 1.087. Na semana anterior (de 23 a 30 de setembro), a taxa de acréscimo nos óbitos havia sido de 7,2%. No período anterior (de 16 a 23 de setembro), fora de 7,1% (confira na tabela).
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/08/206x137/1_mortes_covid_poa-9160415.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f7f413528fc5', 'cd_midia':9160415, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/08/mortes_covid_poa-9160415.jpg', 'ds_midia': 'Variação de óbitos por Covid-19 em Porto Alegre', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'Variação de óbitos por Covid-19 em Porto Alegre', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '560', 'align': 'Left'}
No último mês, entre os dias 7 de setembro e 7 de outubro, foram 318 mortes relacionadas ao novo coronavírus na capital gaúcha – uma média de 10,6 mortes diárias.
Já em relação ao contingente de pacientes hospitalizados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) em razão da Covid-19 na cidade, a análise semanal mostra que a redução se dá há cinco semanas, exatamente a partir de 2 de setembro, dia em que a Capital chegou ao ápice de pessoas em leitos intensivos – 347 pacientes.
Ainda que, nos últimos dias, oscilações para cima tenham ligado um alerta, a prefeitura trabalha com prazos de 15 dias para analisar o quadro da pandemia na cidade. Considerando somente a última semana, a redução de internações em UTIs foi de 7,3%. Na semana anterior, a diminuição havia sido de 5,2% (confira na tabela).
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/08/206x137/1_utis_covid_poa-9160429.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f7f4355a6612', 'cd_midia':9160429, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/08/utis_covid_poa-9160429.jpg', 'ds_midia': 'Variação de pacientes em UTI por Covid-19 em Porto Alegre', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'Variação de pacientes em UTI por Covid-19 em Porto Alegre', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '500', 'align': 'Left'}
Outro dado importante dado importante quando se analisa o cenário da pandemia em um local é o dos novos casos confirmados. Ainda que esse número não seja o melhor balizador para indicar um cenário da pandemia, na medida em que não há uma testagem em massa da população, havendo, assim, grande subnotificação de ocorrências, ele pode apontar para uma aceleração ou desaceleração dos contágios.
Há duas semanas Porto Alegre não registra redução no ritmo de confirmação de novos casos da doença. No último período analisado, entre os dias 30 de setembro e 7 de outubro, houve um aumento de 7,4% na notificação de novas contaminações na cidade – de 33.906 para 36.436, acréscimo de 2.530 casos, representando uma média diária de 361,4 novas ocorrências. Na semana anterior, de 23 a 30 de setembro, o aumento havia sido de 7,2%, o mesmo do período anterior.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/08/206x137/1_novos_casos_poa-9160468.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f7f459951b38', 'cd_midia':9160468, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/10/08/novos_casos_poa-9160468.jpg', 'ds_midia': 'Variação de casos de Covid-19 em Porto Alegre', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'Variação de casos de Covid-19 em Porto Alegre', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '515', 'align': 'Left'}
A variação nas confirmações de casos está diretamente ligada a quantidade de testes que são realizados. Até esta quinta-feira (8), a capital gaúcha testou 155.373 pessoas – cerca de 10,4% do total da população.
Comentários CORRIGIR TEXTO