Porto Alegre, sexta-feira, 16 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 16 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 11h17min, 26/08/2020. Atualizada em 18h45min, 26/08/2020.

Taxa de internações em UTI por Covid-19 segue em queda no RS

Aumento de pacientes em leitos intensivos foi de apenas 0,8% na última semana

Aumento de pacientes em leitos intensivos foi de apenas 0,8% na última semana


DOUGLAS MAGNO/AFP/JC
Juliano Tatsch
No próximo sábado, a pandemia do novo coronavírus completa seis meses no Rio Grande do Sul. O primeiro caso confirmado de contaminação no Estado foi no dia 29 de fevereiro. Até o momento, já foram notificadas 112.763 ocorrências de contágio e um total de 3.161 pessoas perderam a vida para a Covid-19 em território gaúcho.
No próximo sábado, a pandemia do novo coronavírus completa seis meses no Rio Grande do Sul. O primeiro caso confirmado de contaminação no Estado foi no dia 29 de fevereiro. Até o momento, já foram notificadas 112.763 ocorrências de contágio e um total de 3.161 pessoas perderam a vida para a Covid-19 em território gaúcho.
Apesar de ainda não estar controlada, a pandemia no Estado já não se alastra de forma preocupante. Um dos principais indicadores para se ter uma noção da situação atual é a quantidade de pessoas hospitalizadas em leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) com a doença.
O indicador ainda está em crescimento, mas o acréscimo semanal vem caindo nas últimas três semanas. Os dados confirmam a tendência observada no início da semana passada de estabilização das internações.
De acordo com o Comitê de Dados do governo do Estado, na última semana, entre os dias 18 e 25 de agosto, houve um aumento de 0,8% nas hospitalizações em UTIs por Covid-19 no Rio Grande do Sul – de 719 para 725 pessoas.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/08/26/206x137/1_ger___variacao_de_pacientes_em_uti_no_rs_por_covid_19-9124371.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f466b8c6b3e8', 'cd_midia':9124371, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/08/26/ger___variacao_de_pacientes_em_uti_no_rs_por_covid_19-9124371.jpg', 'ds_midia': 'Variação do número de pacientes em UTI no RS por Covid-19', 'ds_midia_credi': 'Arte/JC', 'ds_midia_titlo': 'Variação do número de pacientes em UTI no RS por Covid-19', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '375', 'align': 'Left'}
Nos sete dias anteriores, entre 11 e 18 de agosto, o acréscimo de pessoas em leitos intensivos com diagnóstico confirmado para a doença havia sido de 1,6% (de 707 para 719 pessoas internadas). Já na semana antecedente, compreendida entre os dias 4 e 11 de agosto, o aumento de pacientes em UTI tinha sido de 3,9%, passando de 680 para 707.
A queda nas novas hospitalizações semana após semana indica uma tendência. Nesta quarta-feira, o Rio Grande do Sul tem uma ocupação de 77,4% nos leitos intensivos – 1.925 pessoas em 2.488 leitos. Desse total, 721 são pacientes com Covid-19 e outros 206 tem suspeita da doença. Ou seja, 48,2% de todas as pessoas internadas em UTI no Estado estão com a doença.
Comentários CORRIGIR TEXTO