Porto Alegre, sexta-feira, 16 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 16 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre

- Publicada em 10h43min, 16/07/2020. Atualizada em 10h43min, 16/07/2020.

Isolamento social volta a cair em Porto Alegre e se afasta da meta da prefeitura

Índice de quarta-feira ficou em 43,9%; meta da prefeitura é de 55%

Índice de quarta-feira ficou em 43,9%; meta da prefeitura é de 55%


MARCO QUINTANA/arquivo/JC
Mesmo com a quarta-feira (15) de muito frio em Porto Alegre, o índice de isolamento social registrou nova queda, ficando em 43,9%, abaixo dos 45,1% da terça-feira (14). Desde que o Desafio Porto Alegre foi lançado pela prefeitura no dia 3 de julho, o índice só superou a meta de 55% aos domingos. O nível de 55% isolamento social é considerado o mínimo necessário para frear a velocidade de disseminação do coronavírus e reduzir a pressão sobre o sistema de saúde.
Mesmo com a quarta-feira (15) de muito frio em Porto Alegre, o índice de isolamento social registrou nova queda, ficando em 43,9%, abaixo dos 45,1% da terça-feira (14). Desde que o Desafio Porto Alegre foi lançado pela prefeitura no dia 3 de julho, o índice só superou a meta de 55% aos domingos. O nível de 55% isolamento social é considerado o mínimo necessário para frear a velocidade de disseminação do coronavírus e reduzir a pressão sobre o sistema de saúde.
A prefeitura lançou várias ações para tentar conter o avanço da pandemia em Porto Alegre, como restrições ao funcionamento de setores econômicos, o fechamento da Orla do Guaíba e de quatro parques e também o bloqueio do vale-transporte para trabalhadores de empresas com atividades não autorizadas a funcionar.
Como funciona o índice
A cada 24 horas, o relógio virtual da prefeitura marca o índice de isolamento social contabilizado pelo município no dia anterior. Para calcular a estimativa de movimentação de pessoas, a empresa InLoco, parceira no projeto, utiliza os sinais de celulares como referência, dividindo o mapa de Porto Alegre em centenas de pequenos núcleos com raio de 450 metros cada um. Assim, é possível verificar quantos celulares transitam de um núcleo para outro a cada dia e medir quantas pessoas circularam pelas ruas e quantas permaneceram em suas residências.
O sistema utilizado para medir o índice reúne cerca de 540 mil celulares da Capital. Os dados obtidos são anônimos e têm uso meramente estatístico, com proteção das garantias e dos direitos fundamentais de privacidade dos usuários de telefonia.
Comentários CORRIGIR TEXTO