Porto Alegre, terça-feira, 07 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 07 de julho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Alterada em 07/07 às 18h39min

Uruguai prepara campanha de reativação do turismo e exige teste negativo de Covid

Uruguai aposta no êxito do controle da pandemia como chamariz para retomada do turismo

Uruguai aposta no êxito do controle da pandemia como chamariz para retomada do turismo


EITAN ABRAMOVICH/AFP/JC
A partir desta terça-feira (7), qualquer pessoa que entrar em território uruguaio terá de apresentar teste negativo para a Covid-19. A determinação, publicada por meio de decreto oficial do governo do país vizinho, com data de segunda-feira (6), exige que os testes tenham sido realizados até 72 horas antes da entrada no país, e condicionam a permanência por mais de uma semana em solo uruguaio à realização de novo exame de biologia molecular (PCR-RT).
A partir desta terça-feira (7), qualquer pessoa que entrar em território uruguaio terá de apresentar teste negativo para a Covid-19. A determinação, publicada por meio de decreto oficial do governo do país vizinho, com data de segunda-feira (6), exige que os testes tenham sido realizados até 72 horas antes da entrada no país, e condicionam a permanência por mais de uma semana em solo uruguaio à realização de novo exame de biologia molecular (PCR-RT).
 
É exigida ainda uma declaração juramentada sobre a ausência de sintomas ou contato com casos confirmados ou suspeitos de Covid-19 nos 14 dias que antecederam a viagem, além de seguro de saúde que cubra atendimento em caso de contágio. A ação tem o intuito de impulsionar o plano de reativação do turismo no Uruguai, que mantém as fronteiras fechadas desde março, mas aposta no êxito do controle da pandemia como chamariz para turistas, assim que permitido.
Neste mês, o país, que registra 73 casos ativos de Covid-19, retomou os voos comerciais com a Espanha, e tem intensificado o controle de suas fronteiras justamente para manter o sucesso das ações de enfrentamento ao coronavírus e planejar a reabertura do turismo assim que possível. Segundo o Ministério de Turismo do Uruguai, a aposta é a retomada do "turismo seguro", mediante a adoção de um restrito protocolo dirigido à gastronomia e hotelaria do país, com aplicação de um selo de estabelecimento responsável e distribuição de materiais promocionais pata transmitir confiança aos turistas.
 O controle e fiscalização do protocolo estará a cargo das prefeituras, que poderão punir os estabelecimentos que descumprirem as normas. "Dessa forma, o turista poderá desfrutar com tranquilidade dos atrativos uruguaios e o trabalhador, contará com as garantias sanitárias necessárias", diz o material de divulgação da campanha.
Paralelamente, o Ministério de Turismo uruguaio lançou uma campanha para transmitir confiança aos turistas uruguaios, mostrando que estão tomando todos os cuidados necessários para o retorno da atividade turística.
Comentários