Porto Alegre, sexta-feira, 16 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 16 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Restrições

- Publicada em 10h13min, 06/07/2020. Atualizada em 10h21min, 06/07/2020.

Isolamento social supera 61% em Porto Alegre no domingo

Parques como a Orla do Guaíba foram interditados no sábado para reduzir aglomerações

Parques como a Orla do Guaíba foram interditados no sábado para reduzir aglomerações


Maria Ana Krack/PMPA/Divulgação/JC
O isolamento social na Capital gaúcha atingiu um índice de 61,6% no domingo (5), superando o patamar de 55% anunciado como meta pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior na sexta-feira (3), durante a apresentação do Desafio Porto Alegre, nova campanha da prefeitura municipal para sensibilizar, conscientizar e engajar a população para o controle do coronavírus.
O isolamento social na Capital gaúcha atingiu um índice de 61,6% no domingo (5), superando o patamar de 55% anunciado como meta pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior na sexta-feira (3), durante a apresentação do Desafio Porto Alegre, nova campanha da prefeitura municipal para sensibilizar, conscientizar e engajar a população para o controle do coronavírus.
O patamar de 55% de isolamento social foi estabelecido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) como o mínimo necessário para frear a velocidade de disseminação do vírus e reduzir a pressão da pandemia sobre o sistema de saúde. Até às 10h desta segunda-feira (6), havia 219 pacientes em leitos de UTI por Covid-19 na rede hospitalar de Porto Alegre, entre confirmados (174) e suspeitos (45). O número supera o limite de 174 leitos previstos para a primeira fase do plano de contingência hospitalar
Na sexta-feira, o patamar de isolamento social em Porto Alegre estava em 42%. Em março, os índices haviam alcançado os níveis mais altos verificados na Capital, chegando a 71% em um domingo (22/03) e a 60% em uma quinta-feira (26/03).
Restrições
O panorama de demanda hospitalar, segundo o prefeito, motivou a adoção de novas restrições à circulação de pessoas na Capital. No sábado (4), já foram interditados os parques Moacyr Scliar (trecho 1 da Orla), Gabriel Knijnik, Germânia, Chico Mendes e Harmonia, a fim de reduzir aglomerações. Entre outras medidas, que serão válidas por 15 dias a partir desta terça-feira (7), estão incluídas:
- Suspensão das atividades de academias, salões de beleza, lojas de eletroeletrônicos e Mercado Público, bem como de igrejas, cultos e templos;
- Novo controle de entradas em supermercados e hipermercados, além da restrição de apenas um adulto por família dentro desses estabelecimentos;
- Suspensão da Área Azul;
- Interdição de bolsões de estacionamentos como os do Parque Marinha do Brasil e Viaduto da Borges de Medeiros, próximo à elevada do Hospital Mãe de Deus;
- Redução de atendimento simultâneo em lojas de ferragens e materiais de construção (um cliente por atendente), entre outros.
Índice de isolamento
O relógio virtual com o índice de isolamento social medido no dia anterior é atualizado a cada 24 horas e está hospedado na nova plataforma de transparência dos dados sobre o novo coronavírus em Porto Alegre.
O índice InLoco de adesão ao isolamento social na Capital é um dos indicadores monitorados pela prefeitura, em parceria com a empresa InLoco, detentora exclusiva de tecnologia de geolocalização. Com base nesses dados, é possível ampliar a assertividade da tomada de decisões do poder público no controle da pandemia. Os indicadores, medidos pela movimentação dos usuários de celulares, são exclusivamente estatísticos, projetando, em uma plataforma on-line, os percentuais de deslocamento de cerca de 540 telefones móveis, dentro de todas as regiões da cidade.
Comentários CORRIGIR TEXTO