Porto Alegre, segunda-feira, 29 de junho de 2020.
Dia da Telefonista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 29 de junho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

varejo

26/06/2020 - 18h48min. Alterada em 29/06 às 18h05min

Indicadores pioram e nove regiões vão para bandeira vermelha no RS

Além das quatro regiões que já estavam em bandeira vermelha, outras cinco receberam a classificação

Além das quatro regiões que já estavam em bandeira vermelha, outras cinco receberam a classificação


REPRODUÇÃO/JC
A semana foi marcada por piora nos indicadoras do distanciamento controlado no Rio Grande do Sul e nove regiões passaram para bandeira vermelha. Além das quatro que já estavam com essa classificação (Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo e Capão da Canoa), Caxias do Sul, Erechim, Palmeira das Missões, Passo Fundo e Santo Ângelo receberam a indicação de risco alto na rodada preliminar do modelo.
A semana foi marcada por piora nos indicadoras do distanciamento controlado no Rio Grande do Sul e nove regiões passaram para bandeira vermelha. Além das quatro que já estavam com essa classificação (Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo e Capão da Canoa), Caxias do Sul, Erechim, Palmeira das Missões, Passo Fundo e Santo Ângelo receberam a indicação de risco alto na rodada preliminar do modelo.
Os prefeitos dessas localidades têm até as 6h30min de domingo (28) para entrarem com recursos e apresentarem dados ao Executivo, que divulgará na segunda-feira (29) o resultados das análises. A classificação das bandeiras passa a valer em definitivo a partir da meia-noite da próxima terça-feira (30).
O novo mapa foi divulgado pelo governo do Estado às 18h20min desta sexta-feira (26). Somente as regiões de Taquara e Bagé se encontram em bandeira amarela (risco baixo). Além disso, regiões de Santa Maria, Uruguaiana, Cruz Alta, Ijuí, Pelotas, Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul, Lajeado e Santa Rosa estão em bandeira laranja (risco médio), sendo que está última evoluiu da bandeira amarela para a laranja.
Pela nova rodada,as regiões de Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo e Capão da Canoa entram na segunda semana consecutiva de bandeira vermelha. Já Caxias do Sul retorna à bandeira vermelha.
Dessa forma, as cinco regiões devem seguir a regra que indica que após dois períodos consecutivos ou alternados dentro do prazo de 21 dias em vermelha, só poderão ser reclassificadas para menos restrições por pelo menos dois períodos consecutivos da mensuração.
Os municípios sob bandeira vermelha sem registro de hospitalização e óbitos por Covid-19 nos últimos 14 dias poderão adotar, por meio de regulamento próprio, os protocolos para as atividades previstas na bandeira laranja. Estão nessa condição 185 das 301 cidades que compõem as nove regiões sob bandeira vermelha.
O novo mapa considera dados como o número de novos registros de hospitalizações por Covid-19 nos últimos sete dias, que, comparado com a semana anterior, apresentou aumento de 20%, passando de 512 para 613. O mesmo se observa com o número de internados em leitos clínicos para Covid-19, que passou de 365 para 478 internações – crescimento de 31%.
Já a quantidade de internados em UTI por outras síndromes respiratórias passou de 366 para 459. O agravamento também é observado no número de casos ativos na última semana, que alcançou 3.340. Por fim, com relação ao número de leitos de UTI livres no último dia, o quantitativo reduziu de 587 para 264.
Um dos principais fatores que levaram a consolidação das bandeiras vermelhas e laranja é o agravamento do indicador de capacidade de atendimento (número de leitos de UTI livres para cada leito ocupado por pacientes Covid), mensurada no Estado como um todo. Até a rodada anterior, o indicador recebia a bandeira laranja, mas na rodada atual atingiu bandeira vermelha.
Comentários