Porto Alegre, sábado, 17 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 17 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Ministério Público

- Publicada em 18h31min, 25/03/2020.

MP apreende máscaras irregulares à venda em Porto Alegre

Foram apreendidos 161 itens que não tinham especificação técnica e selo do Inmetro

Foram apreendidos 161 itens que não tinham especificação técnica e selo do Inmetro


DIVULGAÇÃO/MPRS/JC
A Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de Porto Alegre, a Delegacia do Consumidor (Decon) do Departamento Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil e o Procon Municipal de Porto Alegre realizaram, nesta quarta-feira (25) uma fiscalização em seis estabelecimentos comerciais no centro e na Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, em Porto Alegre.
A Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de Porto Alegre, a Delegacia do Consumidor (Decon) do Departamento Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil e o Procon Municipal de Porto Alegre realizaram, nesta quarta-feira (25) uma fiscalização em seis estabelecimentos comerciais no centro e na Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, em Porto Alegre.
> Acesse tudo sobre o coronavírus, o que é, contágio, prevenção e situação pelo mundo e no Brasil
O objetivo foi averiguar a venda de máscaras que prometiam proteção contra o novo coronavírus. Em um estabelecimento, foram apreendidas 161 máscaras irregulares, sem especificações técnicas e selo do Inmetro. A atuação conjunta deve continuar para a apuração de denúncias de eventuais abusos.
Denúncias podem ser encaminhadas para o e-mail [email protected], contendo o endereço do estabelecimento onde foi localizado o produto com sobrepreço ou irregularidade, por exemplo, fotografia da irregularidade constatada e descrição do fato, para a agilidade na averiguação.
Comentários CORRIGIR TEXTO