Porto Alegre, quinta-feira, 26 de março de 2020.
Aniversário de Porto Alegre. Dia do Cacau.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, quinta-feira, 26 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Saúde

25/03/2020 - 00h26min. Alterada em 25/03 às 20h54min

Rio Grande do Sul tem primeira morte por coronavírus

Idosa de 91 anos que estava internada em uma UTI em Porto Alegre faleceu nesta terça-feira

Idosa de 91 anos que estava internada em uma UTI em Porto Alegre faleceu nesta terça-feira


CAMILA SURIAN/ARTE/JC
Patrícia Comunello
A primeira morte por coronavírus foi registrada no Rio Grande do Sul. Uma mulher com 91 anos que estava internada em uma UTI em Porto Alegre faleceu nesta terça-feira (24), segundo post da Secretaria Municipal da Saúde no Twitter. A Capital tem mais nove pacientes com a doença e outros 26 com suspeita internadas em leitos de terapia intensiva, registrou o prefeito Nelson Marchezan Júnior, em seu perfil na mesma rede social. 
A primeira morte por coronavírus foi registrada no Rio Grande do Sul. Uma mulher com 91 anos que estava internada em uma UTI em Porto Alegre faleceu nesta terça-feira (24), segundo post da Secretaria Municipal da Saúde no Twitter. A Capital tem mais nove pacientes com a doença e outros 26 com suspeita internadas em leitos de terapia intensiva, registrou o prefeito Nelson Marchezan Júnior, em seu perfil na mesma rede social. 
Porto Alegre chegou nesta terça-feira a 81 casos de pessoas com exame positivo para o coronavírus.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
O primeiro caso é de 8 de março, segundo o boletim da Secretaria Municipal da Saúde, e foi divulgado no dia 11. Com isso, o Estado alcança pelo menos 146 confirmações da doença, mais de 50% na Capital. O Brasil alcançou 46 óbitos e 2.201 casos, segundo balanço do Ministério da Saúde.  
No Twitter, Marchezan acrescentou: "Sem pânico, pois as medidas de segurança são simples: ISOLAMENTO. Mas o momento é muito grave, precisamos da conscientização e participação de todos". 
Na rede social, Marchezan mostrou preocupação com as pessoas mais velhas, que estão no grupo de risco da Covid-19. Ele, que está em quarentena desde o fim de semana por ter tido contato com dirigentes do Grêmio e Inter que estão com a doença, citou que enxerga, da janela do apartamento onde reside, no bairro Petrópolis, "idosos caminhando, correndo, passeando com cachorro, jogando futebol com crianças". "Estão arriscando a vida", adverte o prefeito. 
O prefeito ainda comentou que espera que as medidas adotadas para isolamento social e redução de fluxo e para manter idosos em casa "possam evitar que isso (morte) seja um constante na cidade". "Mas precisamos de todos. Isso não é uma questão jurídica, ideológica. É uma questão fática e de saúde", apelou o chefe do Executivo municipal. 
Os casos internados de doentes da Covid-19 estão nas UTIs dos hospitais Moinhos de Vento (maior número) e Clínicas. Até segunda-feira (23), havia quatro na UTI nível 1 do Hospital Mãe de Deus, segundo o boletim diário da secretaria. No total, há mais 66 casos em análise e outros 305 que já foram descartados, mostra o documento, que tem acesso público.
Sobre os casos de coronavírus que estão em UTIs, o boletim não informa a faixa etária, gênero ou tempo de internação, além da gravidade. Todos os casos estão em UTI nível 3. Até esta terça, o Hospital de Clínicas (HCPA) tinha sete pacientes, e a UTI do Moinhos de Vento, três. A idosa deu entrada na emergência do Moinhos nesta terça-feira e teve o diagnóstico.
No dia 19, havia apenas um em UTI, no Moinhos, que saltou para três, enquanto o Clínicas vem tendo crescimento de pacientes internados em UTI. Nesta terça, chegaram os primeiros para montar a nova unidade no anexo que foi construído. O governo federal liberou R$ 57 milhões para equipamentos. 
Nesta quarta-feira (25), tem início a vacinação da gripe para idosos. A intenção é evitar filas e aglomerações. Muitas pessoas acima de 60 anos que estavam em isolamento terão de sair de casa para fazer a imunização.
Farmácias das redes Agafarma, Panvel e São João, postos de saúde e até 'drive thru' da vacina atenderão. Serão 20 dias de campanha dedicada aos idosos. Este ano a vacinação foi antecipada devido à pandemia de coronavírus, que ainda não tem vacina.

Declarações de Bolsonaro minimizando a pandemia repercutiram

O comentário pode ter sido uma referência ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, nos canais abertos de televisão na noite desta terça. Mais uma vez Bolsonaro desacreditou medidas para reduzir a circulação, entrando em choque com as orientações e medidas da sua equipe á frente do Ministério da Saúde.
O presidente criticou autoridades estaduais e municipais que "devem abandonar o conceito de terra arrasada, a proibição de transporte, o fechamento dos comércios e o confinamento em massa". 
Em seu perfil no Instagram, o governador Eduardo Leite reagiu de forma contundente. "É urgente encontrar medidas ao confinamento, mas não se faz isso com ataques à ciência e cautela médica mundialmente estabelecidas. Não deixamos de olhar a economia/empregos, mas não assistiremos inertes a uma doença se alastrar." E pontuou: "Protege-se: 1) a vida; 2) os empregos. Nesta ordem".  
Mais cedo, em uma live com jornalistas, Leite chegou a elogiar a condução por Bolsonaro da reunião on-line para tratar de medidas na área econômica para os estados. O governador chegou a redimir o chefe do Planalto das declarações anteriores e dificuldades de liderar as ações.