Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Varejo

24/03/2020 - 11h40min. Alterada em 24/03 às 11h43min

Lojas Renner vai destinar R$ 4,1 milhões para o combate ao Covid-19

Companhia foi a primeira grande de varejo a fechar 100% de suas lojas em todo Brasil

Companhia foi a primeira grande de varejo a fechar 100% de suas lojas em todo Brasil


LOJAS RENNER/DIVULGAÇÃO/JC
A Lojas Renner, por meio de seu braço social, o Instituto Lojas Renner, irá apoiar instituições hospitalares para atender às suas necessidades mais urgentes no combate ao coronavírus no Brasil. O apoio, no total de R$ 4,1 milhões, servirá para custear a aquisição de suprimentos básicos e fundamentais no tratamento da doença e conter sua disseminação.
A Lojas Renner, por meio de seu braço social, o Instituto Lojas Renner, irá apoiar instituições hospitalares para atender às suas necessidades mais urgentes no combate ao coronavírus no Brasil. O apoio, no total de R$ 4,1 milhões, servirá para custear a aquisição de suprimentos básicos e fundamentais no tratamento da doença e conter sua disseminação.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
A companhia também vai dar suporte para comunidades na região Sul do País, onde fica localizada a sede da empresa e está concentrada boa parte de seus fornecedores. A companhia foi a primeira grande empresa de varejo a fechar 100% de suas lojas em todo o território nacional.
"Queremos reafirmar o compromisso em agir, dentro do que estiver ao alcance da companhia, em um esforço coletivo, para a contenção e enfrentamento da pandemia", afirma o diretor presidente da Lojas Renner, Fabio Faccio.
O apoio é destinado para a compra de insumos para hospitais responsáveis por unidades do Sistema Único de Saúde (SUS), tidos como importantes centros de tratamento no combate à doença. Isso inclui os hospitais Conceição e Clínicas, de Porto Alegre; São José e São Donato, em Santa Catarina, além de unidades de saúde referência em São Paulo, como o Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP. "Estamos em contato direto com os hospitais, entendendo quais são suas maiores urgências. Nosso objetivo é mobilizar os recursos que temos e apoiar a sociedade de forma contínua", reforça Faccio.
Além disso, o Instituto Lojas Renner direcionará parte do valor à comunidade do bairro Bom Jesus, em Porto Alegre, próximo à sede administrativa da companhia, onde vivem aproximadamente 35 mil pessoas. O foco, neste momento, é dar assistência aos grupos familiares com crianças e adolescentes atendidos por nove organizações da sociedade civil na Bom Jesus e os serviços da Assistência Social que atendem famílias na mesma região. Outra iniciativa será assegurar a renda mínima de recicladores do Centro de Educação Ambiental (CEA) e costureiras, que já eram apoiadas pelo Instituto.