Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Olimpíadas

24/03/2020 - 09h42min. Alterada em 24/03 às 09h54min

Comitê Olímpico Internacional confirma adiamento das Olimpíadas para 2021

Prevista para julho, edição de 2020 foi adiada em um ano

Prevista para julho, edição de 2020 foi adiada em um ano


FABRICE COFFRINI/AFP/JC
O Comitê Olímpico Internacional (COI) confirmou em teleconferência nesta terça-feira (24) o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021. O órgão se mostrava relutante com a possibilidade do adiamento, mas conforme o alastramento da pandemia do novo coronavírus acontecia, as chances de tudo estar normalizado para julho eram praticamente nulas.
O Comitê Olímpico Internacional (COI) confirmou em teleconferência nesta terça-feira (24) o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021. O órgão se mostrava relutante com a possibilidade do adiamento, mas conforme o alastramento da pandemia do novo coronavírus acontecia, as chances de tudo estar normalizado para julho eram praticamente nulas.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
Diante da pressão internacional, o COI adotou uma medida inédita na história dos Jogos. Até então, os jogos haviam sido cancelados três vezes, todos em decorrência da primeira e segunda guerra mundial. Será a primeira vez em 124 anos da era moderna que uma edição será "cancelada" por outro motivo.
O pedido de adiamento partiu do primeiro ministro japonês, Shinzo Abe, que entrou em contato com o presidente do COI, Thomas Bach. Quanto a edição de 2024 em Paris, não há qualquer alteração relativa à data dos Jogos.