Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Porto Alegre

24/03/2020 - 09h24min. Alterada em 24/03 às 09h24min

Multa para idoso que descumprir regra de circulação pode chegar a R$ 429,20

Idosos podem sair apenas para algumas atividades, exceto os trabalhadores de áreas essenciais

Idosos podem sair apenas para algumas atividades, exceto os trabalhadores de áreas essenciais


ANSELMO CUNHA/PMPA/DIVULGAÇÃO/JC
O valor da multa para as pessoas de 60 anos ou mais que descumprirem as normas de deslocamento em Porto Alegre durante a pandemia do coronavírus pode chegar a R$ 429,20. A medida, publicada em decreto oficial da Prefeitura de Porto Alegre que trata sobre o distanciamento social dessa parcela da população, permite a circulação de idosos nas ruas da Capital somente para realização de atividades "estritamente necessárias" e vai vigorar por 30 dias.
O valor da multa para as pessoas de 60 anos ou mais que descumprirem as normas de deslocamento em Porto Alegre durante a pandemia do coronavírus pode chegar a R$ 429,20. A medida, publicada em decreto oficial da Prefeitura de Porto Alegre que trata sobre o distanciamento social dessa parcela da população, permite a circulação de idosos nas ruas da Capital somente para realização de atividades "estritamente necessárias" e vai vigorar por 30 dias.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
A circulação de idosos fica autorizada em casos de atendimento médico e hospitalar, exames laboratoriais, vacinação e compras de produtos alimentícios e farmácias. O texto define, ainda, que todas as pessoas dessa faixa etária ficam obrigadas a portar documento de identificação que comprove idade em caso de abordagem por agentes de fiscalização do município. Quem não apresentar o documento será acompanhado até a residência para identificação.
Pessoas que descumprirem a restrição de circulação ficarão sujeitas a multa, que passa a ser aplicada a partir desta terça-feira (24). A multa varia de 1 a 100 Unidades Fiscais de Referência (UFR) e terá valor máximo de R$ 429,20.
De acordo com complemento do decreto 20.526, publicado nesta segunda-feira na edição extra do Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa), a nova regra de distanciamento social não se aplica aos trabalhadores da área da saúde, segurança e demais serviços essenciais.