Porto Alegre, sábado, 17 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 17 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Tecnologia

- Publicada em 03h00min, 23/03/2020.

Ecossistema de inovação unido em busca de soluções

Agidesk disponibilizou software de home office gratuito por 40 dias

Agidesk disponibilizou software de home office gratuito por 40 dias


/Agidesk/Divulgação/JC
Patricia Knebel
Já que nos últimos tempos se fala tanto em promover o uso da tecnologia para ajudar as pessoas e a sociedade como um todo, a hora é agora. Com a pandemia do coronavírus (Covid-19), as empresas começam a se mexer. O ecossistema gaúcho de inovação está bem ativo. Além do anúncio, nesta semana, de um hackathon on-line para buscar ideias estruturadas para combater os impactos da Covid-19, diversas outras iniciativas começam a acontecer.
Já que nos últimos tempos se fala tanto em promover o uso da tecnologia para ajudar as pessoas e a sociedade como um todo, a hora é agora. Com a pandemia do coronavírus (Covid-19), as empresas começam a se mexer. O ecossistema gaúcho de inovação está bem ativo. Além do anúncio, nesta semana, de um hackathon on-line para buscar ideias estruturadas para combater os impactos da Covid-19, diversas outras iniciativas começam a acontecer.
O movimento Comunidade RS, que envolve as startups e outros agentes de inovação, abriu espaço no seu portal (https://comunidaders.com.br) e no Instagram (@comunidaders) para divulgar as ações que estão sendo feitas localmente pelos empreendedores. "Hoje em dia, vivemos muito mais da combinatividade do que da criatividade, ou seja, procuramos boas práticas e boas ações, fazemos do nosso jeito e replicamos. Essa é a nossa ideia ao fomentar e dar visibilidade à participação das empresas que querem ajudar neste momento", comenta a agente de transformação da Comunidade RS, Ju Guterres.
Um exemplo é a da Shoppr, supermercado virtual. Com a agenda de entregas lotada, deixou uma margem para o atendimento das pessoas do grupo de risco. "A nossa demanda aumentou mais de 70%, estamos reforçando a equipe e tentando não deixar de atender as pessoas que não podem sair de casa, especialmente idosos e aqueles com algum tipo de deficiência", explica a CEO da Shoppr, Bianca Tiburski Vaz Costa.
Outra iniciativa é a da Agidesk, que decidiu liberar o uso do seu software de home office de forma gratuita por 40 dias, além de disponibilizar licenças adicionais sem custos durante a pandemia para as empresas que já foram clientes e precisam de mais licenças para pessoas dos seus times. "Essa solução torna possível registrar as atividades e organizar a rotina de trabalho remoto, inclusive registrar as horas de trabalho", explica a cofundadora e CEO da empresa, Veridiana Cavalheiro. Segundo ela, esse período de gratuidade poderá ser prorrogado enquanto durar a pandemia. Qualquer perfil de empresa pode utilizar o sistema - é possível acessar os benefícios pelo https://agidesk.com.
A coordenadora de startups do Sebrae-RS, Débora Chagas, comenta que recebe a todo momento mensagens de empreendedores interessados em ajudar. "Algumas startups já têm soluções prontas e estão disponibilizando para a comunidade, e outras estão propondo novas ideias para serem desenvolvidas."

Unisinos, Tecnosinos e Eagle Care lançam desafio

A Eagle Care, o Tecnosinos e a Unisinos uniram forças para realizar o 1º Hackathon - Desafio Covid-19, uma maratona de programação multidisciplinar on-line, aberta e colaborativa que busca desenvolver soluções que atendam às necessidades da saúde pública. A ação ocorre entre os dias 23 e 27 de março, através de uma plataforma virtual. O quick-start on-line será no dia 23, às 9h, na página da Eagle Care no YouTube.

O foco do trabalho é desenvolver novas funcionalidades para o aplicativo de consulta médica, desenvolvido pela Eagle Care. Programadores voluntários estão sendo mobilizados para que, juntos, possam agregar uma nova trilha relacionada à autotriagem, ao diagnóstico e ao acompanhamento de pessoas em isolamento social.

"Todo grande desafio é mobilizador de oportunidades, e é para isso que serve a inovação tecnológica. Estamos à frente de uma nova demanda urgente de trazer um conjunto de soluções para ajudar a buscar soluções para os desafios que surgem com a Covid-19", comenta a CEO do Tecnosinos, Susana Kakuta.

A meta é iniciar o desenvolvimento a partir da próxima semana e que tudo esteja pronto em até 10 dias. "Estamos preocupados com o confinamento, pois essa situação impacta a saúde mental das pessoas. O chat on-line vai servir como um apoio para que as pessoas que estão em quarentena possam se comunicar com profissionais de saúde", explica o diretor-executivo da Eagle Care, Moisés Lima Matos, sobre uma das novas funcionalidades do aplicativo. A ferramenta ficará aberta e gratuita para os municípios durante seis meses, que poderão disponibilizar os profissionais para o atendimento remoto à população via chat.

Comentários CORRIGIR TEXTO