Porto Alegre, sábado, 17 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 17 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Educação

- Publicada em 12h10min, 16/03/2020. Atualizada em 15h12min, 17/03/2020.

Prefeitura de Porto Alegre suspende aulas em escolas públicas e privadas e universidades

Marchezan realiza reuniões para definir medidas de enfrentamento ao coronavírus

Marchezan realiza reuniões para definir medidas de enfrentamento ao coronavírus


REPRODUÇÃO TWITTER/DIVULGAÇÃO/JC
A Prefeitura de Porto Alegre anunciou no final da manhã desta segunda-feira (16) a suspensão das aulas nas escolas públicas e privadas de Ensino Fundamental e Ensino Médio e universidades, a partir de quarta-feira (18). Na Educação Infantil, as atividades serão mantidas. A recomendação das secretarias Municipal da Saúde e da Educação, no caso da Educação Infantil, é que os pais que puderem fiquem com suas crianças em casa.
A Prefeitura de Porto Alegre anunciou no final da manhã desta segunda-feira (16) a suspensão das aulas nas escolas públicas e privadas de Ensino Fundamental e Ensino Médio e universidades, a partir de quarta-feira (18). Na Educação Infantil, as atividades serão mantidas. A recomendação das secretarias Municipal da Saúde e da Educação, no caso da Educação Infantil, é que os pais que puderem fiquem com suas crianças em casa.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
A medida deve reduzir em mais de 300 mil o fluxo de pessoas na Capital. O pedido de suspensão de aulas foi feito para instituições de Ensino Superior, o que elevaria para mais de 400 mil pessoas afetadas. "Um quarto da população de Porto Alegre deixa de circular", observou o secretário da Educação, Adriano Naves de Brito.   
O anúncio foi feito pelo prefeito Nelson Marchezan Jr em entrevista coletiva, quando foram apresentadas outras medidas para enfrentar a pandemia do novo coronavírus.
> Acesse tudo sobre o coronavírus, o que é, contágio, prevenção e situação pelo mundo e no Brasil
O prefeito realiza ao longo do dia uma série de reuniões que tem como pauta o enfrentamento ao coronavírus. Além de se reunir com secretários municipais, ele se reunirá com com reitores de universidades da Capital e com as mais de 400 entidades contratualizadas pela educação do município. A ideia é buscar apoio em ações que possam ser adotadas.
Durante o dia, ocorrerão ainda reuniões com empresas de transporte individual, como taxistas e de aplicativos, e público, como a Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP), Trensurb  e Associação dos Transportadores Intermunicipais Metropolitanos de Passageiros (ATM).
Também estão previstos encontros com representantes de produtoras de eventos, entidades empresariais que representam setor de comércio, serviços e restaurantes, além de entidade da área de tecnologia da Capital.
Comentários CORRIGIR TEXTO