Porto Alegre, sábado, 17 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 17 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 15h18min, 13/03/2020.

Venezuela confirma primeiros casos de coronavírus

Roraima pressiona fechamento da fronteira

Roraima pressiona fechamento da fronteira


ARTE/FOTO GOVERNO CHINÊS/DIVULGAÇÃO/JC
A Venezuela confirmou nesta sexta-feira (13) os dois primeiros casos de coronavírus no país. Dois dias antes, o governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), havia consultado o governo federal sobre o fechamento da fronteira.
A Venezuela confirmou nesta sexta-feira (13) os dois primeiros casos de coronavírus no país. Dois dias antes, o governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), havia consultado o governo federal sobre o fechamento da fronteira.
Segundo a vice-presidente venezuelana, Delcy Rodríguez, os dois casos foram registrados no estado de Miranda, no entorno da capital, Caracas. Trata-se de uma mulher de 41 anos vinda dos EUA e da Itália e de um homem de 52, que chegou da Espanha.
O governo não informou a cidade onde moram. A capital de Miranda, Los Teques, está a 1.300 km da fronteira com o Brasil.
Em visita a Brasília, Denarium pediu ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que avaliasse a possibilidade de fechamento da fronteira com a Venezuela, por onde passam durante centenas de migrantes fugindo da crise do país vizinho. Muitos acabam em abrigos de Pacaraima, cidade fronteiriça, e de Boa Vista.
Por causa da crise econômica, o sistema de saúde da Venezuela está quebrado, com falta crônica de medicamentos e leitos.
Recentemente, o Brasil sofreu um surto de sarampo originado em imigrantes venezuelanos e potencializado pela baixa cobertura vacinal em várias regiões do país. O Norte é a única região do Brasil sem nenhum caso confirmado de coronavírus.
Folhapress
Comentários CORRIGIR TEXTO