Porto Alegre, terça-feira, 06 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 06 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

investimento

Notícia da edição impressa de 06/10/2020. Alterada em 05/10 às 21h34min

Com aporte de R$ 250 milhões, CCG Saúde lança novo hospital

Empreendimento na Capital tem 10 salas cirúrgicas e 220 leitos

Empreendimento na Capital tem 10 salas cirúrgicas e 220 leitos


/LUIZA PRADO/JC
Gabriela Porto Alegre
O grupo CCG Saúde lançou, ontem, em cerimônia restrita, com transmissão ao vivo pelas redes sociais, o Hospital Humaniza. Com investimento de mais de R$ 250 milhões, o novo hospital de Porto Alegre, localizado na rua Ramiro Barcelos, representa um importante passo na história do grupo CCG Saúde, que está no mercado há três décadas.
Em um espaço de 12 mil metros quadrados, divididos em 10 andares, o propósito do empreendimento é o de ampliar ainda mais o conceito de "medicina de valor", utilizado pela marca.
A ideia é que o hospital disponibilize aos seus associados e não associados serviços de urgência e emergência 24h, hospitalização com 220 leitos, centro cirúrgico com 10 salas e hemodinâmica, moderna tecnologia em diagnóstico por imagem, conforto e privacidade para tratamento e aplicação de medicamentos, modelo assistencial de excelência, além de centros de especialidades, como cardiologia e oncologia, por exemplo.
O hospital, segundo o diretor executivo Operacional do CCG Saúde, Mauro Medeiros Borges, além de ser um complemento positivo para área da saúde, também será para a econômica, já que o projeto contribui para a geração de 900 empregos diretos quando o hospital entrar em funcionamento. "Esse é um hospital moderno, que pretende trazer muito conforto aos pacientes", garantiu Borges. "Pretendemos iniciar as operações em dezembro, uma vez que o interior do prédio ainda está em obras", afirmou. Para execução e implementação do projeto, o CCG Saúde conta com a consultoria do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo, uma das maiores referências de saúde no País.
A construção do hospital Humaniza é um complemento ao trabalho desenvolvido pelo grupo, que conta com 20 clínicas próprias no Estado e está presente em 13 cidades gaúchas, oferecendo atendimento de saúde a cerca de 190 mil pessoas. "Certamente, vamos trazer para Porto Alegre um grande hospital, com uma grande tecnologia", disse o sócio-fundador, diretor médico e presidente do Conselho de Administração do CCG Saúde, Francisco Antonio Santa Helena. "Com sua qualidade e tecnologia, o Humaniza certamente vai ser reconhecido pelos gaúchos e por todo Brasil como um dos melhores hospitais do Rio Grande do Sul".
Conforme o diretor-executivo Financeiro do CCG Saúde, Fábio Rossetto, a execução do projeto pretende integrar o atendimento das clínicas ao novo hospital. Assim, a ideia é de fornecer estruturas adequadas para os diversos tipos de doenças, de acordo com o perfil do usuário. 
Pela manhã, uma cerimônia fechada foi realizada em frente ao empreendimento. O ato marcou o descerramento da placa de inauguração e contou com autoridades como o governador Eduardo Leite.
Comentários CORRIGIR TEXTO

EXPEDIENTE

2020