Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 07 de abril de 2021.
Dia do Jornalista. Dia Mundial da Saúde.
Porto Alegre,
quarta-feira, 07 de abril de 2021.

Editorial

Compartilhar

editorial

- Publicada em 03h00min, 07/04/2021.

Acelerar a vacinação para bloquear a contaminação

Vacinação maciça em todo o Brasil é que fará diminuir a contaminação da população pela Covid-19. Em consequência, teremos menos hospitalizações, menos intubações, menos pessoas em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) e, finalmente e o mais importante, menos mortes.
Vacinação maciça em todo o Brasil é que fará diminuir a contaminação da população pela Covid-19. Em consequência, teremos menos hospitalizações, menos intubações, menos pessoas em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) e, finalmente e o mais importante, menos mortes.
Nos últimos dias, chegaram ao Rio Grande do Sul centenas de milhares de doses, as quais podem e devem acelerar a vacinação no Estado, conforme preconiza Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS).
O governo federal agora tem feito compras de milhões de doses e recebido outros milhões do Instituto Butantan. Em Porto Alegre, que tem grande rede de postos de saúde e atua com vacinação em locais particulares, foi antecipada a idade dos que podem e devem se imunizar.
Policiais militares e civis foram os preferidos, com milhares sendo acolhidos em diversos pontos da cidade. É importante que haja uma maior diminuição nas idades, conforme a prefeitura da Capital tem feito.
Grupos prioritários foram e ainda são uma necessidade tão somente para organizar o fluxo nos locais de vacinação. A rigor, todos são prioritários, pois, conforme dito, a imunização geral e irrestrita é que dará um freio na contaminação, conforme tem sido registrado.
Jovens beirando à irresponsabilidade têm comparecido a baladas, atitude condenada pelas autoridades sanitárias. Além de se exporem, levam para suas famílias o vírus que pode ser, como acontece, mortal para pessoas idosas ou com outras doenças.
Diariamente a mídia tem divulgado o falecimento de artistas, políticos, empresários, com pais, irmãos e casais morrendo com poucas horas ou dias alternados. Para muitos, isso parece não representar um perigo, na falsa ideia de que só acontece com os outros.
Com mais vacinas sendo disponibilizadas para pessoas com menos idade, a tendência é um aumento no número dos que ficam aptos à vacinação.
Mas, é fundamental e uma obviedade que eles compareçam aos postos e recebam a dose. Só assim poderemos ter um recuo nas tragédias que estão, há mais de ano, estressando e tornando depressivos tantos brasileiros, com gaúchos sendo brutalmente também atingidos.
Reclamações dizem que o estoque dos imunizantes recebido pelo governo do Estado não foi ainda totalmente aplicado. A logística depende também dos municípios. Mas não se pode esperar um dia a mais para colocar tudo à disposição dos pontos de vacinação.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO