Porto Alegre, quinta-feira, 12 de maio de 2022.
Dia da Enfermagem.
Porto Alegre,
quinta-feira, 12 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Tecnologia

- Publicada em 12/05/2022 às 18h05min.

Novus, do Parque Canoas de Inovação, projeta crescimento de 15% neste ano

Novus foi fundada no início da década de 1990 e hoje exporta 50% da produção

Novus foi fundada no início da década de 1990 e hoje exporta 50% da produção


LUIZA PRADO/JC
Mathias Boni
A Novus projeta crescimento de 15% em 2022, ano em que completa 40 anos de fundação. A empresa é pioneira no Parque Canoas de Inovação. O planejamento foi realizado após os bons resultados dos últimos dois anos. Em 2020, a empresa registrou crescimento de 15%, suspendendo suas atividades por poucos dias em abril em razão da pandemia. Em 2021, dando sequência à retomada, o crescimento foi de 30%.
A Novus projeta crescimento de 15% em 2022, ano em que completa 40 anos de fundação. A empresa é pioneira no Parque Canoas de Inovação. O planejamento foi realizado após os bons resultados dos últimos dois anos. Em 2020, a empresa registrou crescimento de 15%, suspendendo suas atividades por poucos dias em abril em razão da pandemia. Em 2021, dando sequência à retomada, o crescimento foi de 30%.
“Projetamos um crescimento mais tímido para 2022 porque o volume de 2021 foi muito alto, até atípico, e por causa do impacto da crise internacional de suprimentos, que está fazendo faltar matéria-prima para todos no mercado”, revela Marcos Dillenburg, CEO da Novus.
A Novus foi fundada com o nome de E.C.I. (Equipamentos Científicos e Industriais). No início da década de 1990, os planos de expansão da empresa, com o início da exportação, exigiam um nome mais facilmente reconhecível.
“Nossa visão direcionada ao exterior, além de proporcionar a internacionalização da marca, também elevou a qualidade dos nossos produtos, pois o mercado externo é mais exigente. Entre nossos principais mercados estão Estados Unidos, Argentina, França e Reino Unido”, afirma Dillenburg.
Hoje a Novus exporta aproximadamente 50% de sua produção para mais de 60 países, além de possuir unidades nos Estados Unidos e na Europa. “Planejamos uma expansão da nossa unidade norte-americana, aumentando o nosso estoque local, e também uma mudança da operação na Europa, abrindo uma nova unidade para também ter um estoque no continente”, acrescenta.
Ampliação da sede e novos lançamentos
Em 2018, já neste novo ciclo de crescimento, a Novus foi a primeira empresa a se mudar para o Parque Canoas de Inovação, investindo R$ 22 milhões na sede. O prédio foi ampliado em 2021, triplicando a capacidade produtiva da empresa.
Para celebrar seu aniversário, a empresa também já realizou o lançamento do controlador modular N20K48, que exigiu três anos de desenvolvimento. Para Marcos Dillenburg, esse é o começo de uma estratégia de modularidade para os produtos da empresa. “Vislumbramos muitos módulos, que vão permitir infinitas combinações. Uma empresa tradicional, com 40 anos, não está lançando apenas uma inovação, mas um novo conceito de produtos”, ressalta.
Além do lançamento, o CEO ainda informa que a empresa realizará diversas ações internas para celebrar os 40 anos da empresa e também o bom momento. “A gente já tem feito ações institucionais internas para comemorar com os nossos colaboradores, pois muitos deles estão há décadas já conosco”, destaca.
Aposta em inovação aberta
Em 2020, a Novus iniciou suas ações de inovação aberta, participando de redes de inovação com startups e realizado um hackaton para implementação de soluções inovadoras. No mesmo ano, investiu na startup Vanellus Rad, e em 2021 investiu na startup Hedro, consolidando uma transformação de atuação.
“Usamos os 40 anos para fazer uma provocação e combater a ideia da velhice, então iniciamos esse incentivo à inovação aberta, à cooperação com startups, e com investimentos realizados nessas empresas. Temos sim experiência, mas permanecemos inovando e nos reinventando”, reforça Marcos Dillenburg.
 
pci/divulgação/jc
 
 CEO Marcos Dillenburg destaca o bom momento vivido pelo setor de inovação do Rio Grande do Sul
Até em razão da longa trajetória no mercado, Dillenburg enxerga com entusiasmo o momento de fortalecimento do ecossistema de inovação no Estado. “Vejo como uma oportunidade única, que se bem aproveitada pode compensar todo o atraso que tivemos nos últimos anos. Mesmo estados menores começaram esse movimento antes, mas agora podemos finalmente nos aproximar dos mais avançados em inovação no Brasil”, projeta o CEO.
“O South Summit veio coroar isso. Eu passei os três dias mergulhado no evento, pois esse momento é muito especial para todos que trabalham com empreendedorismo e inovação, e a Novus, há 40 anos nesse mercado, se entende como participante ativa desse movimento”, conclui.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO
Leia também