Porto Alegre, quinta-feira, 20 de janeiro de 2022.
Dia de São Sebastião (feriado na cidade do Rio de Janeiro).
Porto Alegre,
quinta-feira, 20 de janeiro de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Indústria

- Publicada em 20/01/2022 às 12h10min.

Gerdau anuncia investimento de R$ 200 milhões na usina Riograndense

Aporte trará atualizações tecnológicas e de segurança e gerará 400 novos postos de trabalho

Aporte trará atualizações tecnológicas e de segurança e gerará 400 novos postos de trabalho


EDUARDO COLESI/DIVULGAÇÃO/CIDADES
A Gerdau anuncia que investirá R$ 200 milhões em sua unidade Riograndense, em Sapucaia do Sul, para modernização e reforma de sua aciaria. Um dos maiores investimentos da história da planta ocorre no ano em que a usina celebra 65 anos de história.
A Gerdau anuncia que investirá R$ 200 milhões em sua unidade Riograndense, em Sapucaia do Sul, para modernização e reforma de sua aciaria. Um dos maiores investimentos da história da planta ocorre no ano em que a usina celebra 65 anos de história.
Os investimentos têm como objetivo a modernização das instalações da aciaria, implementação de melhorias na jornada de transformação digital e indústria 4.0 e o aprimoramento de melhorias nas condições ambientais e de segurança no processo de produção do aço, como a modernização do sistema de despoeiramento. Cerca de 400 novos postos de trabalho diretos e indiretos serão gerados durante a execução dos investimentos.
“Os investimentos na Riograndense confirmam a importância do Rio Grande do Sul para os negócios da companhia e renova os nossos laços com o Estado. Estamos focados na sustentabilidade da unidade no longo prazo, preparando-a para seguir atendendo à demanda futura por aço dos nossos clientes em todo o Brasil”, afirma Marcos Faraco, vice-presidente da Gerdau. Segundo ele, o investimento reforça o compromisso da empresa com o Estado onde nasceu.
As atividades na aciaria da unidade Riograndense serão interrompidas em fevereiro, com retorno previsto para o início de 2023, após a conclusão dos investimentos e reformas previstas. O atendimento ao mercado permanecerá inalterado, uma vez que as operações de laminação da unidade serão abastecidas por produtos semiacabados fabricados em outras plantas da Gerdau localizadas no Brasil.
Com 1.200 colaboradores, a unidade Riograndense possui capacidade anual de produção de aço bruto de 450 mil toneladas e de 495 mil toneladas de produtos acabados, incluindo vergalhão, fio-máquina, barras, trefilados e pregos.
A Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. A companhia está presente em 10 países e conta com mais de 30 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações.
Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 73% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, são 11 milhões de toneladas de sucata que são transformadas em diversos produtos de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex).
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO