Porto Alegre, segunda-feira, 03 de janeiro de 2022.
Porto Alegre,
segunda-feira, 03 de janeiro de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Varejo

- Publicada em 03/01/2022 às 14h46min.

Cota de US$ 500,00 para compras em free shops em cidades brasileiras está em vigor

O Rio Grande do Sul é o estado com mais free shops terrestres abertos

O Rio Grande do Sul é o estado com mais free shops terrestres abertos


Free Shop Bah/Divulgação/JC
A cota de US$ 500,00 para compras em free shops localizados em cidades brasileiras na fronteira entrou em vigor após a publicação de uma portaria publicada no Diário Oficial da União em 1º de janeiro. O texto estabelece ainda o limite de US$ 1.000,00, ou o equivalente em outra moeda, quando o viajante ingressar no País por via aérea ou marítima.
A cota de US$ 500,00 para compras em free shops localizados em cidades brasileiras na fronteira entrou em vigor após a publicação de uma portaria publicada no Diário Oficial da União em 1º de janeiro. O texto estabelece ainda o limite de US$ 1.000,00, ou o equivalente em outra moeda, quando o viajante ingressar no País por via aérea ou marítima.
Desde o início de 2020, o limite de gastos em free shops nas cidades vizinhas ao Brasil era de US$ 500,00, mas para quem queria fazer compras ainda em território nacional o valor permitido era inferior, de US$ 300,00. “Se ia a Rivera ou Rio Branco, no Uruguai, era permitido gastar US$ 500,00, mas nas cidades gêmeas brasileiras como Uruguaiana e Livramento, por exemplo, o valor era de US$ 300,00”, explica o deputado estadual Frederico Antunes (PP).
O parlamentar, que é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Implantação de Free Shops em Cidades Gêmeas de Fronteira na Assembleia Legislativa, conta que desde 2020 era solicitado que houvesse a simetria nos limites para gastos. Ele acrescenta que a medida aumenta a atratividade para a visita a cidades com free shops do lado brasileiro e exemplifica com o caso dos aparelhos de ar-condicionado: um modelo com capacidade de 12.000 BTUs custa em torno de US$ 299,00, quase no limite do valor vigente até então. “Com a possibilidade de gastar até US$ 500,00 será possível comprar um aparelho mais potente nos free shops terrestres no Brasil”, diz Antunes.
Além dos free shops, o aumento do limite de gastos vai movimentar toda a economia dos municípios. “Demais serviços como transporte, bares, restaurantes, hotéis que estão nas cidades gêmeas também ganham com isso, assim como o comércio tradicional, uma vez que mais pessoas visitarão as cidades com esse aumento da cota”, destaca.
O Rio Grande do Sul é o estado com mais free shops terrestres abertos. Do total de 15 free shops em operação, oito ficam em Uruguaiana.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO