Porto Alegre, terça-feira, 09 de novembro de 2021.
Dia do Hoteleiro.
Porto Alegre,
terça-feira, 09 de novembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Comércio Exterior

- Publicada em 09/11/2021 às 16h15min.

Exportações da indústria do RS aumentam 37,4% em outubro

No acumulado do ano, vendas externas gaúchas totalizam US$ 11,4 bilhões

No acumulado do ano, vendas externas gaúchas totalizam US$ 11,4 bilhões


Jorgito Santos/Tecon/Divulgação
Com US$ 1,3 bilhão em vendas em outubro, as exportações da indústria de transformação do Rio Grande do Sul cresceram 37,4% ante o mesmo mês de 2020, quando atingiram US$ 945,9 milhões. No acumulado do ano, totalizam US$ 11,4 bilhões, um aumento de 34,5% na base interanual, e 7,3% acima do acumulado para o período de janeiro a outubro de 2019, anterior à pandemia, conforme análise da Unidade de Estudos Econômicos da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs) a partir de informações divulgadas pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia.
Com US$ 1,3 bilhão em vendas em outubro, as exportações da indústria de transformação do Rio Grande do Sul cresceram 37,4% ante o mesmo mês de 2020, quando atingiram US$ 945,9 milhões. No acumulado do ano, totalizam US$ 11,4 bilhões, um aumento de 34,5% na base interanual, e 7,3% acima do acumulado para o período de janeiro a outubro de 2019, anterior à pandemia, conforme análise da Unidade de Estudos Econômicos da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs) a partir de informações divulgadas pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia.
Superado o pior momento da crise provocada pelo coronavírus, 19 dos 24 segmentos exportadores do Rio Grande do Sul registraram elevação no valor comercializado sobre outubro de 2020, na análise desagregada. Entre os grandes exportadores, Químicos foi o maior destaque, com crescimento de US$ 102,6 milhões (121,8%) das exportações, impulsionado pelas compras da Argentina, Estados Unidos e outros países da América Latina. Outro destaque positivo ficou com Alimentos, que exportou US$ 70,3 milhões a mais do que o mesmo mês de 2020, configurando um incremento de 24,3%, especialmente por conta dos embarques para Coreia do Sul e Índia. Apesar desse resultado positivo, as vendas do setor somente não foram superiores por conta de quedas expressivas para Arábia Saudita (-US$ 16,5 milhões), Irã (-US$ 20,8 milhões), Espanha (-US$ 22,1 milhões) e China (-US$ 22,8 milhões).
Além disso, contribuíram significativamente para o resultado do mês os avanços de 64,1% em Máquinas e equipamentos, de 96,9% em Couro e calçados e de 36,7% em Produtos de metal. Tabaco apresentou queda de 4,4%.
A China continua como principal destino das exportações gaúchas, apesar do recuo na compra de carne suína (-US$ 18 milhões) e de boi (-US$ 8,9 milhões) em relação a outubro do ano passado. O crescimento de 392,2% das vendas para o país asiático ocorre por conta do aumento dos embarques de Soja em grãos, que totalizaram US$ 658,7 milhões. Os Estados Unidos também se destacaram com um crescimento de 102,1% ante o mesmo mês de 2020, com elevação disseminada especialmente nos setores Químicos, Tabaco, Máquinas e equipamentos e Couro e calçados. Já a demanda advinda da Argentina avançou 35,5%, puxada predominantemente pelas vendas de Químicos.
Pelo lado das importações, o Rio Grande do Sul adquiriu US$ 1,2 bilhão em mercadorias em outubro, configurando uma demanda 90,2% maior a do mesmo período de 2020. Destacam-se as importações de Bens intermediários (+US$ 525,8 milhões na comparação com outubro do ano passado), Bens de capital (+US$ 45,4 milhões) e de Combustíveis e lubrificantes (+US$ 16,2 milhões). No acumulado do ano, o RS importou um total de US$ 9,5 bilhões, valor 52,9% superior ao mesmo período. As importações de Bens intermediários (+US$ 2,6 bilhões) lideram a pauta das compras externas no ano.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO