Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Economia

- Publicada em 05 de Outubro de 2021 às 17:31

Empresa gaúcha Rodoil adquire distribuidora Tower e marca entrada no Sudeste e Centro-Oeste

Grupo projeta fechar o ano com mais de 500 postos com a sua marca

Grupo projeta fechar o ano com mais de 500 postos com a sua marca


RODOIL/DIVULGAÇÃO/JC
A Rodoil, que tem sede em Caxias do Sul e é a quinta maior distribuidora de combustíveis do País em número de postos, anunciou a compra de 100% das ações da Tower Brasil Petróleo. Com a aquisição, a Rodoil passa a atuar nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso, além dos três estados do Sul, onde a empresa já opera há 15 anos.
A Rodoil, que tem sede em Caxias do Sul e é a quinta maior distribuidora de combustíveis do País em número de postos, anunciou a compra de 100% das ações da Tower Brasil Petróleo. Com a aquisição, a Rodoil passa a atuar nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso, além dos três estados do Sul, onde a empresa já opera há 15 anos.
“A transação consolida nossa estratégia de sermos uma empresa de atuação nacional. Somados, estes novos mercados representam mais que o dobro do mercado da região Sul”, comenta o diretor-presidente da Rodoil, Roberto Tonietto. Com a nova área de atuação, incluindo o Sudeste e Centro-Oeste, a projeção de faturamento para 2022 é de R$ 7 bilhões.
Em 2021, a empresa deve fechar o ano com mais de 500 postos sob a marca Rodoil e atendendo mais de 1,5 mil postos no mercado spot no Sul do Brasil. “A entrada nessas regiões é fundamental para a manutenção do nosso crescimento. O objetivo é ampliar o número de postos sob nossa bandeira e crescer nos segmentos spot e B2B, proporcionando maior capacidade de escala em suprimentos e logística”, completa Tonietto.
Com sede em São Paulo e faturamento de R$ 1 bilhão previsto para 2021, a Tower Petróleo opera em dez bases estrategicamente distribuídas. A negociação foi assessorada pela Píer Partners e depende da aprovação dos órgãos reguladores.
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO