Porto Alegre, quarta-feira, 08 de setembro de 2021.
Dia Mundial da Alfabetização.
Porto Alegre,
quarta-feira, 08 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Energia

- Publicada em 15h40min, 08/09/2021.

Proposta inicial de aumento médio para CEEE-D é de 9,52%

Elevação dos valores das contas de luz da distribuidora elétrica gaúcha passará por consulta pública

Elevação dos valores das contas de luz da distribuidora elétrica gaúcha passará por consulta pública


MARIANA ALVES/JC
Jefferson Klein
As mudanças dos valores das contas de luz da CEEE-D somente acontecerão no dia 22 de novembro, no entanto a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já abriu o processo de consulta pública referente à revisão tarifária periódica da distribuidora gaúcha. A proposta encaminhada neste momento prevê um efeito médio a ser percebido pelos consumidores de 9,52%, sendo de 6,01%, em média, para os clientes conectados na alta tensão (indústrias) e de 10,85%, em média, para aqueles ligados na baixa tensão (no qual se concentram segmentos como o comercial). Para a classe residencial, especificamente, a perspectiva é de uma elevação de 10,40%.
As mudanças dos valores das contas de luz da CEEE-D somente acontecerão no dia 22 de novembro, no entanto a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já abriu o processo de consulta pública referente à revisão tarifária periódica da distribuidora gaúcha. A proposta encaminhada neste momento prevê um efeito médio a ser percebido pelos consumidores de 9,52%, sendo de 6,01%, em média, para os clientes conectados na alta tensão (indústrias) e de 10,85%, em média, para aqueles ligados na baixa tensão (no qual se concentram segmentos como o comercial). Para a classe residencial, especificamente, a perspectiva é de uma elevação de 10,40%.
Apesar de não serem percentuais definitivos, já que podem ocorrer alterações durante o processo de consulta pública, a sugestão desses números é um bom indicativo de quanto será o aumento das contas da concessionária gaúcha em novembro. Para colher subsídios e informações e aprimorar a proposta, a consulta pública será realizada entre 9 de setembro e 8 de outubro, com reunião virtual em 30 de setembro.
A iniciativa também servirá para definir os correspondentes limites dos indicadores de qualidade de fornecimento de energia da concessionária que são o DEC (Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) e o FEC (Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora) para o período de 2022 a 2026. Em relação aos limites globais propostos para esse espaço de tempo, a redução média anual é de 3,83% no DEC e de 5,13% no FEC.
Essa será a primeira revisão tarifária da CEEE-D sob gestão do grupo Equatorial, que venceu o leilão pela ex-estatal realizado em março. A medida é um pouco diferente do chamado reajuste tarifário, pois a revisão reposiciona as tarifas cobradas dos consumidores após analisar os custos e os investimentos para a prestação dos serviços de distribuição de energia elétrica, o que acontece no caso da CEEE-D no intervalo de cinco anos. Já o reajuste é uma avaliação tarifária mais simples, que ocorre anualmente, com exceção de quando é feita a revisão. A distribuidora atende a 1,7 milhão de unidades consumidoras espalhadas em 72 municípios do Rio Grande do Sul.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário