Porto Alegre, sábado, 17 de julho de 2021.
Dia de Proteção às Florestas .
Porto Alegre,
sábado, 17 de julho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

energia

- Publicada em 10h19min, 17/07/2021.

Petrobras bate recorde para atender térmicas

Resultado faz parte de um conjunto de iniciativas da Petrobras para garantir suprimento

Resultado faz parte de um conjunto de iniciativas da Petrobras para garantir suprimento


STÉFERSON FARIA/AGÊNCIA PETROBRAS/DIVULGAÇÃO/JC
A Petrobras atingiu em junho recorde histórico na oferta de Gás Natural Liquefeito (GNL) regaseificado no País, com um volume instantâneo de 42 milhões de metros cúbicos por dia (m³/dia), informou a estatal. O aumento ocorreu em função do maior despacho de usinas térmicas no País, diante da pior crise hídrica em 91 anos.
A Petrobras atingiu em junho recorde histórico na oferta de Gás Natural Liquefeito (GNL) regaseificado no País, com um volume instantâneo de 42 milhões de metros cúbicos por dia (m³/dia), informou a estatal. O aumento ocorreu em função do maior despacho de usinas térmicas no País, diante da pior crise hídrica em 91 anos.
Esse marco viabilizou a oferta total de 109,4 milhões de m³/dia de gás natural, um dos maiores volumes dos últimos anos. A oferta total compreende o gás natural produzido no País, a parcela recebida pelos terminais de regaseificação e o volume importado da Bolívia, disse a Petrobras em nota.
O volume de GNL regaseificado é equivalente a todo o volume da produção nacional injetado pela Petrobras na malha integrada atualmente, ou mais do que o dobro do volume de gás importado da Bolívia.
O resultado faz parte de um conjunto de iniciativas que a Petrobras vem adotando para aumentar a oferta de gás natural e garantir o suprimento do mercado nacional neste período de demanda elevada, que teve início no quarto trimestre de 2020, com o incremento das operações das termelétricas determinado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário