Porto Alegre, sexta-feira, 02 de julho de 2021.
Dia do Bombeiro Brasileiro.
Porto Alegre,
sexta-feira, 02 de julho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado Imobiliário

- Publicada em 17h28min, 02/07/2021.

Lance mínimo para o conjunto de ativos do leilão da Aplub Capitalização será superior a R$ 60 milhões

Imóveis localizados no Centro da capital gaúcha estão entre os bens a serem vendidos

Imóveis localizados no Centro da capital gaúcha estão entre os bens a serem vendidos


APLUB/DIVULGAÇÃO/JC
Jefferson Klein
O lance inicial para o total dos bens abrangidos no leilão da Aplub Capitalização, que será realizado na terça-feira (6), às 14h30min, demonstra o porte dos empreendimentos que integram a disputa: R$ 60.059.144,00. Os ativos estão divididos em cinco lotes, sendo que dois lotes contemplam dois edifícios em Porto Alegre, outros dois envolvem dois prédios em Recife e Salvador, e o último compreende a própria operação da empresa.
O lance inicial para o total dos bens abrangidos no leilão da Aplub Capitalização, que será realizado na terça-feira (6), às 14h30min, demonstra o porte dos empreendimentos que integram a disputa: R$ 60.059.144,00. Os ativos estão divididos em cinco lotes, sendo que dois lotes contemplam dois edifícios em Porto Alegre, outros dois envolvem dois prédios em Recife e Salvador, e o último compreende a própria operação da empresa.
A interventora da Superintendência de Seguros Privados (Susep) Maristela Bravo explica que a Aplub Capitalização, uma emissora de títulos de capitalização, é uma companhia independente da massa falida da Aplub Previdência, que faliu em setembro do ano passado e era a controladora da empresa. O valor obtido no leilão será utilizado para pagar os credores da Aplub Previdência que, quando foi feito o pedido de falência, tinha uma dívida estimada em aproximadamente R$ 600 milhões.
Maristela detalha que, primeiramente, a tentativa do leiloeiro será a de vender o conjunto dos lotes pelos mais de R$ 60 milhões. Não havendo interessados em arrematar a totalidade dos bens, os lotes serão oferecidos separadamente. O ativo individual com previsão de maior lance inicial é justamente a operação da Aplub Capitalização, avaliada em R$ 29,5 milhões. No entanto, os dois prédios em Porto Alegre que serão leiloados, os edifícios Aplub Parobé e Mauá, situados na região da Avenida Júlio de Castilhos, no Centro da cidade, também representam valores expressivos (respectivamente, R$ 20,5 milhões e R$ 6,9 milhões).
Segundo Maristela, um dos fatores que valoriza esses empreendimentos é a ótima localização, próximos à rodoviária e de estações da Trensurb, além da perspectiva da revitalização daquela área do município. Já as edificações no Nordeste somam R$ 3,1 milhões. O certame poderá ser acompanhado presencialmente na sede do leiloeiro (Raupp Leilões, em Gravataí, na Rua Otávio Schemes, 3745) ou de forma remota pelo site www.rauppleiloes.com.br (onde também é possível obter mais informações sobre os bens ofertados).
“A expectativa é grande, porque é uma empresa pela qual os gaúchos têm carinho”, enfatiza a interventora da Susep. Maristela recorda que um fato que fez com que a marca Aplub tivesse destaque no Rio Grande do Sul foi ser, no passado, patrocinadora do Sport Club Internacional. Em 2020, a Aplub Capitalização fechou o ano com receita de R$ 92 milhões, crescimento de 42% em relação a 2019.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário