Porto Alegre, sexta-feira, 25 de junho de 2021.
Porto Alegre,
sexta-feira, 25 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado Imobiliário

- Publicada em 16h10min, 25/06/2021. Atualizada em 18h23min, 25/06/2021.

Leilão vende dois lotes de bens da Confiança Companhia de Seguros e arrecada cerca de R$ 4 milhões

Edifício Tuyuty estava entre os imóveis oferecidos no certame

Edifício Tuyuty estava entre os imóveis oferecidos no certame


MARIANA ALVES/JC
Jefferson Klein
Depois de ter realizado um leilão em 31 de maio sem que nenhum dos 98 imóveis de propriedade da Confiança Companhia de Seguros oferecidos tivesse arrematantes, nesta sexta-feira (25) um novo certame conseguiu vender dois bens da empresa, que passa atualmente por um processo de liquidação extrajudicial. Foram leiloados um apartamento, no valor de R$ 467,2 mil, e uma loja, por R$ 3,55 milhões, ambos localizados na capital gaúcha.
Depois de ter realizado um leilão em 31 de maio sem que nenhum dos 98 imóveis de propriedade da Confiança Companhia de Seguros oferecidos tivesse arrematantes, nesta sexta-feira (25) um novo certame conseguiu vender dois bens da empresa, que passa atualmente por um processo de liquidação extrajudicial. Foram leiloados um apartamento, no valor de R$ 467,2 mil, e uma loja, por R$ 3,55 milhões, ambos localizados na capital gaúcha.
Na primeira concorrência, quando os bens foram oferecidos a valores integrais, a soma dos lotes representava um total de lances mínimos de R$ 85,7 milhões. Nessa última disputa, os preços mínimos estipulados ficaram a 80% do valor da avaliação dos ativos, chegando a um conjunto de lances de R$ 68,56 milhões.
A liquidante nomeada para a Confiança Companhia de Seguros pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), Ludmila Rodrigues Fernandes Bittencourt, diz que ainda vai ser estudado o que será feito com os ativos que não foram arrematados. “Mas, é bem provável que seja feito um novo leilão, com outro edital, com lances mínimos com valores a 50% (da avaliação)”, argumenta Ludmila.
Do total dos bens que participaram do leilão, 94 deles ficam em Porto Alegre, dois em Resende, no Rio de Janeiro, um em São Leopoldo e outro em Florianópolis. Um dos destaques dos bens é o Edifício Tuyuty, no Centro da Capital, que possui 600 metros quadrados e teve o valor mínimo estipulado no primeiro leilão de R$ 1,9 milhão. A Confiança Companhia de Seguros (que tem o grupo Gboex como controlador) busca vender os imóveis para conseguir recursos para ajudar a quitar dívidas que a empresa possui.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário