Porto Alegre, terça-feira, 01 de junho de 2021.
Dia da Imprensa.
Porto Alegre,
terça-feira, 01 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

mercado financeiro

- Publicada em 10h05min, 01/06/2021.

Dólar recua após PIB do País acima das medianas do mercado e commodities em alta

Dólar comercial opera desvalorizado, cotado a R$ 5,17

Dólar comercial opera desvalorizado, cotado a R$ 5,17


FREEPIK.COM/DIVULGAÇÃO/JC
O crescimento de 1,2% do Produto Interno Bruto do Brasil no primeiro trimestre, na margem, e de 1,0% na comparação interanual, superou as medianas do mercado para o indicador nesses períodos, de 0,70% e 0,60%, respectivamente, e ajuda a apoiar queda do dólar ante o real nesta terça-feira. O PIB do primeiro trimestre de 2021 totalizou R$ 2,0 trilhões, de acordo com o IBGE.
O crescimento de 1,2% do Produto Interno Bruto do Brasil no primeiro trimestre, na margem, e de 1,0% na comparação interanual, superou as medianas do mercado para o indicador nesses períodos, de 0,70% e 0,60%, respectivamente, e ajuda a apoiar queda do dólar ante o real nesta terça-feira. O PIB do primeiro trimestre de 2021 totalizou R$ 2,0 trilhões, de acordo com o IBGE.
Às 10h06min desta terça, o dólar à vista caía 0,83%, a R$ 5,1738.
Além disso, é precificado o recuo da moeda americana no exterior ante divisas principais e o peso mexicano em meio ao apetite por risco na volta do feriado americano, que dá impulso aos mercados de ações e às commodities lá fora. O barril do petróleo Brent para agosto ultrapassou US$ 71,00, com alta de 2,65%, a US$ 71,15 por volta das 9h24.
Dentro dos dados do PIB, os investidores olham ainda o salto de 5,7% do PIB da agropecuária, na margem, além do o aumento do PIB da indústria, de 0,7% e de do PIB de serviços, de 0,4% no primeiro trimestre de 2021 ante o quarto trimestre de 2020.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário